Share Button
Estudos Bíblicos

A Arrogância do Rei Roboão

Roboão, filho de Salomão, foi o terceiro rei da dinastia de Davi. Por causa dos pecados do seu pai, Salomão, ele recebeu autoridade sobre apenas a parte do Sul, conhecida como Judá. De várias maneiras, ele mostrou arrogância que prejudicou a nação.

O problema inicial de Roboão foi consequência da sua decisão de seguir os conselhos errados (2 Crônicas 10:1-15). Depois da morte de Salomão, rei responsável por grandes obras em Israel, o povo pediu alívio dos impostos altos. Os conselheiros mais experientes apoiaram a solicitação do povo e sugeriram que Roboão reduzisse as demandas do governo. Mas ele achou melhor seguir os conselhos dos seus contemporâneos mais jovens: “— Diga o seguinte ao povo que se queixa do pesado jugo que o seu pai lhe impôs e que pede para que ele seja aliviado. Diga-lhe o seguinte: ‘O meu dedo mínimo é mais grosso do que a cintura do meu pai. Assim que, se o meu pai lhes impôs um jugo pesado, eu o tornarei ainda mais pesado. Meu pai castigou vocês com açoites; eu vou castigá-los com escorpiões” (2 Crônicas 10:10-11).

Ao invés de baixar os impostos, ele aumentou a carga sobre o povo. Se ele tivesse pensado primeiro no bem dos governados, Roboão teria conquistado o coração do povo. Mas, ele se preocupou com seu próprio poder, e provocou a revolta da nação (2 Crônicas 10:16-19).

Apesar do início ruim do seu reinado, Roboão fez algumas coisas boas. A própria Bíblia diz que ele “procedeu prudentemente” nas políticas dos primeiros anos (2 Crônicas 11:23). Enquanto ele demonstrou bom senso e respeito para com Deus, ficou cada vez mais forte. O sucesso dele não durou, porém, porque ele abandonou o Senhor: “Tendo Roboão confirmado o reino e havendo-se fortalecido, abandonou a Lei do SENHOR, e todo o Israel fez o mesmo” (2 Crônicas 12:1).

A consequência da sua rebeldia contra Deus foi a subjugação de Judá aos egípcios, liderados pelo faraó Sisaque (2 Crônicas 12:1-11). Roboão reagiu bem a esse castigo divino, humilhando-se diante do Senhor. Por isso, Deus limitou o estrago feito pelos egípcios: “Pelo fato de Roboão ter se humilhado, a ira do SENHOR se afastou dele, e não houve destruição total. Porque em Judá ainda havia boas coisas” (2 Crônicas 12:12).

Roboão não foi o pior dos reis mas, claramente, não foi o melhor. No balanço, ele foi julgado negativamente: “Roboão fez o que era mau, porque não dispôs o coração para buscar o SENHOR” (2 Crônicas 12:14).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA