Share Button
Estudos Bíblicos

Andar na Luz

No primeiro dia da Criação, Deus estabeleceu ordem com implicações eternas.

“Então Deus disse: — Haja luz! E houve luz. E Deus viu que a luz era boa e fez separação entre a luz e as trevas. Deus chamou à luz “dia” e chamou às trevas “noite”. Houve tarde e manhã, o primeiro dia” (Gênesis 1:3-5).

A criação da luz foi um reflexo direto do caráter de Deus. Milhares de anos depois, o apóstolo João explicou: “A mensagem que dele ouvimos e que anunciamos a vocês é esta: Deus é luz, e não há nele treva nenhuma” (1 João 1:5).

A luz passou a ter um sentido universal de pureza, representando o bem em contraste com as trevas. Esse fato é evidente nas conversas do dia a dia, em literatura de todos os gêneros, e claramente nas Escrituras.

João utiliza essa distinção para ensinar aos seguidores de Jesus uma lição prática e importante: a importância de andar na luz, e não nas trevas. Ele continua: “Se dissermos que mantemos comunhão com ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado” (1 João 1:6-7).

João não está afirmando a perfeição dos cristãos, sugerindo que os fiéis nunca pecam. O ponto crítico dessa lição prática está na palavra “andar”. Uma simples ilustração ajuda. Nos centros das cidades, normalmente encontramos uma calçada beirando a rua. Mães ensinam seus filhos pequenos a andar na calçada, e não na rua. Criamos o costume de continuar na calçada, sabendo do perigo de atropelamento se andar na rua. Mas, às vezes, tropeçamos. Nesses momentos, podemos cair na rua, ou, pelo menos pisar na rua na tentativa de nos equilibrar. Mas imediatamente levantamos e voltamos à segurança da calçada. Não queremos ficar na rua, e jamais escolheríamos andar na rua e correr o risco de um acidente fatal.

É nesse sentido que o cristão deve andar na luz. João não está dizendo que nunca vai pecar. Pelo contrário, ele admite a necessidade de perdão para as pessoas que andam em comunhão com Deus e avisa sobre o perigo de arrogantes afirmações de perfeição (1 João 1:7,8,10). Ele entendeu a real possibilidade de um cristão fiel tropeçar e cometer pecado, mas não admitiu que o pecado fosse o caminho trilhado de propósito na vida do servo do Senhor.

Deus é luz. Ele não anda nas trevas. Todos os seguidores de Jesus devem se esforçar para andar na luz, como Deus está na luz!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA