Share Button
Estudos Bíblicos

Escravos dos Outros?

O apóstolo Paulo escreveu aos cristãos em Corinto: “Porque não pregamos a nós mesmos, mas a Jesus Cristo como Senhor e a nós mesmos como servos de vocês, por causa de Jesus” (2 Coríntios 4:5, NAA).

Em termos de autoridade espiritual, os apóstolos foram os homens mais elevados na igreja primitiva. Receberam suas instruções diretamente do Senhor e repassaram esses ensinamentos aos outros. O próprio apóstolo Paulo defendeu sua posição especial dada por Deus: “Paulo, apóstolo — não da parte de pessoas, nem por meio de homem algum, mas por Jesus Cristo e por Deus Pai, que o ressuscitou dos mortos” (Gálatas 1:1). Ele disse que sua mensagem veio diretamente do Senhor: “Mas informo a vocês, irmãos, que o evangelho por mim anunciado não é mensagem humana, porque eu não o recebi de ser humano algum, nem me foi ensinado, mas eu o recebi mediante revelação de Jesus Cristo” (Gálatas 1:11-12). Apóstolos apareceram primeiro nas listas de dons que Jesus concedeu à igreja (Efésios 4:11; 1 Coríntios 12:28).

Hoje em dia, muitos usam de forma errada a palavra apóstolo, pois não há nenhum homem vivo qualificado para servir como apóstolo (Atos 1:21-22). Mas, mesmo assim, esta palavra é usada universalmente para identificar pessoas em posições exaltadas entre seres humanos no contexto religioso. Diversas igrejas chamam seus principais líderes, erradamente, de apóstolos.

Voltemos a 2 Coríntios 4:5, o texto citado no início deste artigo. Paulo se descreve como servo dos outros cristãos. Ele não exigiu direitos de receber a honra dos outros. Não se preocupou com títulos de exaltação, como muitos fazem hoje. Paulo se identificou como servo dos coríntios.

Agora, consideremos o mesmo versículo de uma outra tradução: “Pois não nos pregamos a nós mesmos, mas a Jesus Cristo, o Senhor, e a nós como escravos de vocês, por amor de Jesus” (2 Coríntios 4:5, NVI).

Essa diferença de tradução (servos X escravos) chama nossa atenção a uma questão importante. A palavra grega usada aqui é doulos, definido em praticamente qualquer léxico como escravo. A pesquisa do assunto nos leva a vários artigos acadêmicos que tratam da questão, muitos sugerindo que a palavra usada na maioria das traduções amortece o impacto da palavra original. Argumentam, com base sólida no grego, que os cristãos primitivos se entendiam como escravos de Jesus Cristo (Romanos 1:1; Gálatas 1:10; Filipenses 1:1; Colossenses 4:12; 2 Timóteo 2:24; Tito1:1; Tiago 1:1; 1 Pedro 2:16; Judas 1; Apocalipse 1:1; 2:20; 7:3; 19:5; 22:3,6).

O que Paulo diz em 2 Coríntios 4:5, porém, é que ele se via como escravo dos outros cristãos! Ao invés de se exaltar, usando sua posição de apóstolo para demandar regalias especiais, Paulo se apresentou como escravo dos seus irmãos em Cristo.

Quantos dos conflitos e problemas na sociedade no geral e nas igrejas especificamente poderiam ser resolvidos ou evitados se tivéssemos a atitude de Paulo? Cristãos não devem procurar honra, pois devem ser humildes servos – ou melhor – escravos dos outros! A ideia é de colocar o bem dos outros acima dos nossos próprios interesses (Romanos 12:10). Paulo ensinou exatamente isso quando escreveu: “...então completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, tendo o mesmo amor e sendo unidos de alma e mente. Não façam nada por interesse pessoal ou vaidade, mas por humildade, cada um considerando os outros superiores a si mesmo, não tendo em vista somente os seus próprios interesses, mas também os dos outros” (Filipenses 2:2-4). Ele defende essa instrução com o exemplo de Jesus, que deixou seu lugar no céu, “assumindo a forma de servo” (Filipenses 2:7). A palavra grega é a mesma – doulos! Nós aprendemos a agir como escravos em submissão aos outros porque Jesus assumiu a forma de escravo. Ele deu o exemplo perfeito disso quando pegou uma bacia de água e uma toalha para lavar os pés dos apóstolos e, depois, disse: “Porque eu lhes dei o exemplo, para que, como eu fiz, vocês façam também” (João 13:15).

Cristãos que querem viver unidos e em paz com outros precisam aprender a ser escravos de Cristo e escravos dos outros!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA