Share Button
Estudos Bíblicos

Provérbios que Salvam Vidas

Entre notícias recentes estão estas manchetes:

Briga de trânsito termina em morte

Homem mata mulher e atira no filho

Brigas de trânsito terminam em agressões e morte

Mulher mata marido a facadas durante briga

Briga de trânsito causa uma morte na Rodovia dos Bandeirantes

Policial militar mata motociclista em briga de trânsito

A violência em brigas de trânsito e discussões em família quase nunca é premeditada. Um motorista não sai de casa de manhã com intenção de espancar ou atirar na primeira pessoa que o corta no trânsito. Um homem não inicia uma discussão com sua mulher já com planos de esfaqueá-la. São exemplos, lamentavelmente comuns, da raiva descontrolada.

Vários provérbios falam sobre a importância de evitar e controlar as explosões de raiva que levam a essas tragédias.

“Quem tarda em irar-se é grande em entendimento, mas o que facilmente perde a calma faz um elogio à loucura” (Provérbios 14:29). Pessoas que estouram rapidamente, perdendo controle e lançando misseis verbais ou partindo para a violência física demonstram insensatez ou, em outras palavras, a sua loucura!

Quase sempre, depois da explosão de raiva, a pessoa ficará com remorso por causa dos estragos causados. Pode pedir desculpas por suas palavras irrefletidas, mas as cicatrizes ficam nas pessoas magoadas. Pode procurar perdão por seus atos violentos, mas não consegue apagar hematomas, consertar ossos fraturados ou ressuscitar mortos.

A pessoa sábia percebe o perigo de agredir com palavras, socos ou armas e se controla. Ela segura a língua e resiste à tentação de se exaltar e agir com raiva. Essa pessoa mede as palavras, controla o volume e tom de voz e rejeita qualquer reação violenta.

“O insensato mostra logo a sua ira, mas o prudente ignora os insultos” (Provérbios 12:16). Tenho o privilégio de muitas oportunidades de trabalhar com crianças e jovens. Como estão aprendendo como se comportar e lutando com as pressões do seu dia a dia, discussões e brigas são relativamente comuns. Crianças em creches brigam sobre brinquedos. No ensino fundamental os conflitos podem surgir por causa da posição na fila ou porque um tocou na lapiseira do outro. Adolescentes chegam às discussões e brigas por causa de ciúmes nas amizades e namoros e até sobre insultos bobos e brincadeiras infantis. Quando pedem a intervenção de adultos, ou quando os responsáveis percebem o problema e procuram separar a briga, as explicações quase sempre começam com o nome do outro: “Ela disse...” ou “Ele fez...”.

Pode ser a verdade. Talvez ela falou alguma coisa ofensiva ou ele fez algo para provocar seu colega. Não temos como controlar a maldade dos outros, mas podemos controlar as nossas reações. Uma das melhores maneiras de lidar com palavras e atos ofensivos é simplesmente ignorá-los! É errado provocar a ira dos outros, mas não precisamos ser controlados e provocados! O apóstolo Pedro, um homem que lutou muito para aprender domínio próprio, falou de suportar abusos injustos seguindo o exemplo de Jesus: “Pois ele, quando insultado, não revidava com insultos; quando maltratado, não fazia ameaças, mas se entregava àquele que julga retamente” (1 Pedro 2:23).

Os provérbios que falam de controlar a ira e evitar as reações violentas podem salvar vidas!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA