Share Button
Estudos Bíblicos

O Quero-Quero Ensina

A ave-símbolo do Rio Grande do Sul e do Uruguai demonstra características dignas de imitação por seres humanos. A espécie Vanellus chilensis, conhecida popularmente no Brasil como quero-quero, é uma ave fascinante. A minha família e alguns vizinhos temos observado o comportamento de um casal dessa espécie que ocupa um território perto das nossas casas. Os instintos que Deus embutiu nessas pequenas criaturas ilustram procedimentos que ele deseja de nós, não por instinto, mas por decisões de cumprir os papeis definidos pelo nosso Criador.

O comportamento de animais não serve como base para estabelecer a moralidade humana. Não podemos nos apoiar na violência do tigre, na liberdade sexual do cachorro ou da baleia-cinzenta, nem na preguiça do bicho-preguiça. Animais agem por instinto, e não por escolhas morais. Seu comportamento não traz consequências espirituais, mas as nossas decisões terão efeitos eternos. Paulo disse: “Porque é necessário que todos nós compareçamos diante do tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo” (2 Coríntios 5:10).

O comportamento dos animais pode servir, porém, como ilustrações interessantes de princípios que Deus revelou aos seres humanos. Esse tipo de ensinamento é comum nas Escrituras. Consideremos alguns exemplos:

A formiga é usada para ensinar contra a preguiça: “Vá ter com a formiga, ó preguiçoso! Observe os caminhos dela e seja sábio. Não tendo ela chefe, nem oficial, nem comandante, no verão prepara a sua comida, no tempo da colheita ajunta o seu mantimento” (Provérbios 6:6-8).

O gafanhoto ilustra a importância de cooperar com outros, mesmo na ausência de alguém para mandar: “os gafanhotos, que não têm rei, mas que marcham todos em bandos” (Provérbios 30:27).

Jesus usou ovelhas e pombas como exemplos da inocência e ausência de malícia: “Eis que eu os envio como ovelhas para o meio de lobos. Portanto, sejam prudentes como as serpentes e simples como as pombas” (Mateus 10:16).

Pedro citou hábitos nojentos de cachorros e porcos para avisar sobre o perigo de voltar ao pecado: “Com eles aconteceu o que diz certo provérbio muito verdadeiro: ‘O cão volta ao seu próprio vômito.’ E: ‘A porca lavada volta a rolar na lama’” (2 Pedro 2:22).

Voltando para os quero-quero aqui no nosso bairro. Essas aves servem como boas ilustrações de alguns comportamentos que Deus deseja de nós.

Normalmente, essas aves são muito dedicadas e leais aos seus parceiros. Parece que o casal que domina perto da minha casa é o mesmo que defendia o mesmo território no ano passado. É normal encontrar casais “monógamos” que continuam juntos. Não deixam outros pássaros da espécie chegar perto. Deus ordenou o casamento como relação especial e exclusiva de um homem com uma mulher para a vida toda (Gênesis 2:24; Mateus 19:4-6; 1 Coríntios 7:2-3).

Os pais trabalham juntos para cuidar dos seus pintinhos. Poucas semanas atrás, encontramos quatro ovos em um simples ninho no chão. Quando os pintinhos nasceram, os dois pais se mostraram cuidadosos, sempre vigiando e soando um alarme quando qualquer pessoa ou animal chegava perto. Se o intruso não respeitava o aviso, eles voavam na sua direção ameaçando atacar. Quando um dos pintinhos caiu em uma piscina, os dois pais passaram a noite defendendo a área até a chegada da vizinha para resgatar o filho. Enquanto o bichinho ensopado secava no sol, os pais ficaram perto, obviamente coordenando sua proteção com seus gritos. Pais têm uma responsabilidade de criar os filhos conforme a vontade do Senhor (Efésios 6:4). Os dois devem cooperar nessa vida comum do lar (1 Pedro 3:7). Pais que abandonam ou negligenciam seus filhos precisam aprender do bom exemplo do quero-quero!

Alguns animais servem como boas ilustrações dos comportamentos que Deus quer de nós.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA