Share Button
Estudos Bíblicos

A Cadeira de Moisés

Jesus introduziu sua mais severa censura dos líderes religiosos da sua época com um comentário interessante: “Na cadeira de Moisés, se assentaram os escribas e os fariseus. Fazei e guardai, pois, tudo quanto eles vos disserem, porém não os imiteis nas suas obras; porque dizem e não fazem” (Mateus 23:2-3). O que foi a cadeira de Moisés? O que podemos aprender dessa história?

Quando Moisés conduziu o povo de Israel do Egito ao deserto, ele agia como juiz para resolver problemas que surgiam entre eles: “No dia seguinte, assentou-se Moisés para julgar o povo; e o povo estava em pé diante de Moisés desde a manhã até ao pôr do sol” (Êxodo 18:13). No relato desse mesmo capítulo, o sogro de Moisés sugeriu que ele confiasse em outros homens para julgar os casos mais simples, reservando as questões difíceis para ele: “Ouve, pois, as minhas palavras; eu te aconselharei, e Deus seja contigo; representa o povo perante Deus, leva as suas causas a Deus, ensina-lhes os estatutos e as leis e faze-lhes saber o caminho em que devem andar e a obra que devem fazer” (Êxodo 18:19-20).

Nesses versículos e no contexto maior, a ênfase está na responsabilidade de decidir as questões conforme a palavra de Deus: consultar a Deus; declarar os estatutos e as leis de Deus; fazer saber o caminho em que devem andar e a obra que devem fazer (Êxodo 18:15,16,20). O papel de Moisés e seus ajudantes não foi de criar leis e regras, e sim de aplicar corretamente os ensinamentos do Senhor.

Podemos aproveitar algumas lições importantes dessa história:

A importância desse trabalho. Mesmo entendendo que as Escrituras foram reveladas para o uso de todos os homens, é comum enfrentar alguma dificuldade em saber como aplicar o ensinamento na prática. Ao longo da história, Deus tem deixado pessoas responsáveis para ajudar e guiar seu povo nesse sentido: pais guiam seus filhos; governantes julgam questões entre cidadãos; presbíteros conduzem o rebanho espiritual, a igreja.

A autoridade máxima. Líderes humanos, mesmo quando designados por Deus, não são soberanos. Moisés decidia os casos conforme os estatutos e as leis do Senhor, e todos os líderes bons reconhecem a mesma autoridade máxima: a vontade de Deus.

A responsabilidade dos sujeitos. As pessoas subordinadas às autoridades devem ser submissas. O filho deve obedecer a seus pais (Efésios 6:1). A mulher casada deve ser sujeita ao marido (Efésios 5:22). Cidadãos devem respeitar a autoridade dos governantes (Romanos 13:1). Cristãos devem seguir o ensinamento e o exemplo dos seus guias espirituais (Hebreus 13:17). O próprio Jesus ensinou os judeus do seu tempo a respeitar as orientações dos líderes na cadeira de Moisés (Mateus 23:3). Essa submissão às autoridades humanas, porém, não é absoluta, pois a autoridade dessas pessoas não é total. Encontramos, nas Escrituras, excelentes exemplos de servos do Senhor que recusaram obedecer às autoridades que exigiam que pecassem contra Deus. O livro de Daniel relata três casos distintos de pessoas que desobedeceram às ordens de reis para não ferir princípios ensinados por Deus (Daniel 1:8-21; 3:1-30; 6:1-28). Jônatas suportou a ira do seu pai, o rei Saul, porque recusou ajudá-lo nas suas tentativas de matar Davi (1 Samuel 20:30-34). O princípio por trás desses e outros casos de desobediência justa foi anunciado pelos apóstolos quando não se submeteram à ordem dos líderes em Jerusalém: “Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens” (Atos 5:29).

O perigo real de abusos. Jesus censurou os escribas e fariseus por abusarem da sua influência, fazendo exigências que não vieram da palavra de Deus. Ao longo da história, líderes religiosos têm demonstrado o mesmo arrogante excesso, declarando doutrinas e criando regras que não vêm do Senhor. Nenhum papa, pastor ou presbítero tem autoridade para legislar. A responsabilidade das pessoas que guiam o rebanho de Deus é de ser modelos fiéis e ensinar exclusivamente a palavra do Senhor.

Vamos respeitar as pessoas que Deus colocou em posições de autoridade sobre nós, mas vamos recusar obediência à qualquer pessoa que se exalta acima do Senhor!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA