Share Button
Estudos Bíblicos

Mateus e Simão, o Zelote: Uma Reflexão sobre Cristianismo e Política

Na lista dos doze homens escolhidos por Jesus como embaixadores, encontramos alguns comentários para identificar melhor as pessoas (Mateus 10:1-4). Aprendemos que Pedro foi o sobrenome de Simão e que André foi seu irmão. Descobrimos que Tiago e João eram filhos de Zebedeu. Judas Iscariotes é identificado como aquele que, posteriormente, traiu Jesus. Dois outros recebem observações especiais: Mateus, o publicano, e Simão, o Zelote. Com essas descrições, prováveis adversários políticos emergem na história do reino de Cristo.

Publicanos foram funcionários do governo romano. Muitos foram conhecidos por sua corrupção (o comentário de Zaqueu em Lucas 19:8 pode sugerir esse fato). Mesmo se fossem honestos no seu trabalho, esses judeus empregados pelos romanos eram vistos por muitos dos seus compatriotas como traidores.

A referência a Simão como “o Zelote” provavelmente identifica esse apóstolo com um movimento de judeus que lutavam para a libertação do seu povo da autoridade romana. O elemento mais radical desse movimento usava violência contra judeus que apoiavam os romanos.

Jesus escolheu um publicano e um Zelote como apóstolos!

Nenhum relato no Novo Testamento sugere conflito entre esses dois servos do Senhor. Diferenças políticas perdem sua importância diante do Rei dos reis. O silêncio dos evangelhos sobre qualquer possível divergência política entre os apóstolos não é surpreendente, pois o Novo Testamento dá pouquíssima importância para questões políticas.

Pessoas que servem a Cristo vivem no mundo, mas não são do mundo (João 17:14-17; 1 Pedro 1:17; 2:11). Dessa perspectiva, podemos evitar conflitos desnecessários no período das eleições. Algumas sugestões:

(1) Manter o foco nas coisas espirituais. Os apóstolos Paulo e Pedro escreveram 15 dos 27 livros do Novo Testamento, pelo menos a maioria deles durante o reinado de Nero César. Quando consideramos sua imoralidade e crueldade, esse imperador romano foi um dos piores governantes de toda a História. Em todas as suas epístolas, mesmo escrevendo para cristãos na cidade de Roma, nem Paulo nem Pedro mencionou o nome de Nero. Quem cala consente? É claro que não! Apoiaram suas práticas e políticas? Não! Não perderam tempo nem tinta por um simples motivo: a irrelevância desse e de todos os outros governantes humanos. Se Nero não foi importante, podemos ter certeza que as pessoas que querem governar sobre 2,76% da população humana por quatro anos são igualmente insignificantes. Não precisamos perder tempo com coisas irrelevantes quando temos uma ordem de Deus de buscar em primeiro lugar o único reino que realmente importa (Mateus 6:33).

(2) Resistir à tentação de profanar o nome de Deus com a sujeira política. Candidatos que obviamente não servem a Cristo usam o nome dele para ganhar votos. Igrejas abrem suas portas para candidatos ganharem influência com os fiéis. Alguns cristãos comparam seus candidatos a Jesus e falam dos adversários como se fossem o próprio Diabo. Jesus disse: “O meu reino não é deste mundo” (João 18:36). Cidadãos e candidatos que creem em Deus devem agir conforme seus princípios, mas vamos deixar o Senhor no seu devido lugar, muito acima da sujeira das campanhas.

(3) Ser bons cidadãos. O que devemos aos governantes não é apoio de todas as políticas, nem defesa das pessoas. O que devemos é obediência (quando não violam o princípio de Atos 5:29) e orações em favor deles (1 Timóteo 2:1-4).

Depois das eleições, independente dos resultados, ainda vamos conviver com pessoas que discordam de nós em questões políticas. Servos do Senhor, mesmo com diferenças de opiniões políticas, continuarão juntos no seu reino eterno. Vamos deixar as contendas políticas fora da igreja do Senhor, e focalizar as coisas celestiais!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA