Share Button
Estudos Bíblicos

Ouvindo o que Deus Diz: Acréscimos e Ajustes

Quem compreende a comunicação verbal entre seres humanos tem condições de entender as mensagens que Deus comunica às suas criaturas. Deus nos deu a capacidade de falar e de interpretar o que os outros dizem. Quando observamos as características da comunicação do dia a dia, encontramos as ferramentas para interpretar as Escrituras. Consideremos dois exemplos de expressões que usamos e ouvimos nas nossas conversas.

Acréscimos. “Eu não disse isso. Não coloque palavras na minha boca!” Já ouviu alguém falar assim? É provável que você já tenha usado expressões parecidas várias vezes. Não damos a liberdade para outros falarem por nós, presumindo o direito de atribuir a nós palavras que nunca falamos.

Se não temos esse direito nas conversas do dia a dia entre semelhantes, muito menos quando tratamos das palavras comunicadas por Deus aos seres humanos que ele criou. Deus fala com precisão, e não deu às suas criaturas o direito de colocar palavras na sua boca! O sábio Agur disse: “Toda palavra de Deus é pura; ele é escudo para os que nele confiam. Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda, e sejas achado mentiroso” (Provérbios 30:5-6).

Tanto no Antigo como no Novo Testamento, Deus avisou sobre o perigo de fazer acréscimos. Aos israelitas, ele disse: “Tudo o que eu te ordeno observarás; nada lhe acrescentarás, nem diminuirás” (Deuteronômio 12:32). Aproximadamente 1.500 anos depois de revelar essas palavras a Moisés, o Senhor falou a mesma coisa por meio do apóstolo João quando lhe revelou a mensagem do Apocalipse: “Eu, a todo aquele que ouve as palavras da profecia deste livro, testifico: Se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, Deus lhe acrescentará os flagelos escritos neste livro; e, se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida, da cidade santa e das coisas que se acham escritas neste livro” (Apocalipse 22:18-19).

Não temos direito de colocar palavras na boca de Deus!

Ajustes. “Não foi isso que você falou, mas eu entendi o que você queria dizer.” Esse tipo de afirmação é um pouco mais delicado. Confesso que já falei palavras assim para a minha mulher, e ela já falou a mesma coisa para mim. Nem sempre é motivo de ofensa, pois é comum para um ser humano errar, trocar uma palavra ou um nome, e a outra pessoa ainda entender seu significado. Nesses casos, admitimos a nossa imperfeição. Falamos errado, mas a outra pessoa, que nos conhece e entende o contexto, consegue fazer um ajuste mental e compreender a nossa intenção. O ouvinte reconhece a falha do falante e faz a correção para que a comunicação continue.

Posso admitir as minhas limitações e aceitar a capacidade da minha esposa de corrigir as minhas falhas. Quando nós comunicamos com Deus, o Espírito Santo faz a mesma coisa e faz ajustes por nossa fraqueza em não conseguir nos expressar bem (Romanos 8:26). Mas, isso não funciona quando Deus fala conosco. Neste caso, quem fala é perfeito, e o ser humano que ouve suas palavras não tem direito nem capacidade de corrigir, ajustar ou melhorar o que Deus falou. A palavra de Deus é eterna e perfeita, não sujeita a atualizações e modificações humanas (Isaías 40:8; Marcos 13:31; 1 Pedro 1:23-25).

As práticas de alterar, distorcer, perverter ou adulterar a palavra de Deus são tratadas na Bíblia como ofensas gravíssimas contra o Senhor. Quando Elimas perverteu “os retos caminhos do Senhor”, ele foi descrito como filho do diabo (Atos 13:10). Paulo escreveu referente a uma das primeiras apostasias entre cristãos: “Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho, o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema” (Gálatas 1:6-8). Pedro disse que a prática de deturpar as Escrituras e introduzir heresias leva à destruição (2 Pedro 3:16; 2:1). Não temos direito de modificar o que Deus diz!

Devemos receber as palavras que Deus revelou nas Escrituras, sem fazer acréscimos ou ajustes!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA