Share Button
Estudos Bíblicos

Respeitando o que Deus Diz: Interrupções e Omissões

Desde a infância, aprendemos que interromper a fala dos outros mostra falta de respeito e educação. Quando alguém nos interrompe, ficamos irritados. E ninguém gosta quando uma outra pessoa distorce suas palavras, transmitindo uma parte do que fala, mas omitindo informações importantes. São realidades da comunicação entre seres humanos.

Devemos reconhecer as mesmas realidades quando Deus comunica conosco nas Escrituras. Quando estudamos o que Deus revelou, interrupções e omissões da nossa parte refletem falta de respeito e deixam nosso Criador irritado conosco! Consideremos alguns exemplos.

Quantas vezes ouvimos alguém falar, frequentemente em tom de frustração ou até de raiva, “Deixe-me terminar o que eu estava dizendo”? Se devemos respeito para outros seres humanos, não devemos mais ainda para Deus? Ele não merece o respeito de deixá-lo completar suas frases?

Infelizmente, muitos dos problemas de compreensão das Escrituras são resultados dessa falta de respeito. É fácil ler uma parte do que Deus revelou e agir conforme nosso entendimento, sem considerar o resto do seu ensinamento sobre o assunto. Vamos pensar em duas ilustrações:

“Não julgueis, para que não sejais julgados” (Mateus 7:1). Parece uma regra simples que resolveria muitos problemas, não é? Se ninguém nunca julgasse nada nem ninguém, o mundo seria mais tolerante e as pessoas mais felizes? Algumas pessoas pensam assim, sem considerar outros ensinamentos de Jesus. No mesmo capítulo, ele não somente mandou julgar, como deu critérios a serem aplicados no julgamento (Mateus 7:15,16,20). Paulo, um servo fiel do Senhor, escreveu: “julgai todas as coisas, retende o que é bom; abstende-vos de toda forma de mal” (1 Tessalonicenses 5:21-22). Para entender a vontade de Deus, precisamos deixá-lo terminar!

“Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei” (João 14:14). A leitura equivocada (ou incompleta) dessa e outras promessas de Jesus sobre oração leva muitas pessoas a esperar respostas positivas a todas as suas súplicas. Mas, precisamos deixar o Senhor terminar o que diz sobre o assunto. Os pedidos devem ser feitos segundo a vontade do Senhor (1 João 5:14), não por motivos carnais e egoístas (Tiago 4:3), por pessoas que vivem em obediência a ele (1 João 3:22). Quando ouvimos tudo que o Senhor fala sobre as orações, entenderemos seu ensinamento.

Outro problema semelhante é resultado de omissões na transmissão da mensagem do Senhor. Recentemente, contratei uma pessoa para fazer um serviço simples, e ela, por sua vez, passou boa parte da responsabilidade para seus funcionários. Quando cobrei falhas em alguns aspectos do serviço, um dos funcionários explicou que o chefe havia transmitido apenas uma parte das minhas exigências. O funcionário não fez bem porque o responsável omitiu parte da mensagem.

Da mesma forma, muitas pessoas que se colocam como mensageiros de Deus omitem partes da sua mensagem e levam os ouvintes a falharem. Muitos se consideram cristãos, filhos de Deus, porque acreditam em pastores que afirmam que receberam a salvação quando aceitaram Jesus, completamente omitindo a exigência de Jesus de serem batizados para ser salvos (Marcos 16:16). Transmitem uma parte da mensagem do Senhor, mas deixam fora a necessidade do batismo para receber perdão dos pecados (Atos 2:38).

Muitos líderes religiosos corretamente ensinam que o casamento é bom e ordenado por Deus, mas omitem vários aspectos do ensinamento do Senhor. Alguns apoiam o casamento sem falar que Deus disse que é uma relação entre um homem e uma mulher (Gênesis 2:24-25; 1 Coríntios 7:2). Outros incentivam o divórcio, sem falar que a única situação em que Jesus autoriza a separação é em caso de relações sexuais ilícitas (Mateus 19:9).

O rapaz que não realizou corretamente o serviço no meu quintal tinha uma desculpa válida. Mas, a pessoa que não realiza a vontade do Senhor fica sem desculpa. Enquanto é lamentável observar a presença de muitos falsos mestres que enganam as pessoas sobre a salvação, o casamento e outros assuntos, não ficamos isentos de responsabilidade. Deus deixou sua palavra acessível para todos nós, e deu para cada um a responsabilidade de conhecê-lo e obedecer a sua vontade (2 Tessalonicenses 1:7-9).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA