Share Button
Estudos Bíblicos

Salmo 46: O Deus de Jacó é o Nosso Refúgio

Um dos hinos compostos pelos descendentes de Corá, o Salmo 46 enfatiza a confiança do povo de Israel na proteção divina. O cabeçalho não identifica o ambiente histórico do Salmo, mas seu conteúdo se ajusta bem a circunstâncias como o rei Ezequias e o profeta Isaías enfrentaram quando os assírios cercaram Jerusalém e ameaçaram destruir a cidade (leia o relato em 2 Crônicas 32:1-23 e Isaías 36 e 37). Esse Salmo nos lembra da importância de sempre confiar em Deus, não importa a dificuldade da nossa circunstância.

“Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem-presente nas tribulações. Portanto, não temeremos ainda que a terra se transtorne e os montes se abalem no seio dos mares; ainda que as águas tumultuem e espumejem e na sua fúria os montes se estremeçam. Há um rio, cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; jamais será abalada; Deus a ajudará desde antemanhã. Bramam nações, reinos se abalam; ele faz ouvir a sua voz, e a terra se dissolve. O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. Vinde, contemplai as obras do SENHOR, que assolações efetuou na terra. Ele põe termo à guerra até aos confins do mundo, quebra o arco e despedaça a lança; queima os carros no fogo. Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra. O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio” (Salmo 46:1-11).

A afirmação do primeiro verso do Salmo serve como tema e base do refrão encontrado nos versos 7 e 11. É nas tribulações da vida que é mais fácil duvidar da presença de Deus e questionar sua justiça e soberania, mas o salmista afirma a presença divina nesses momentos.

No caso da ameaça assíria contra Jerusalém, a propaganda do emissário enviado pelo rei da Assíria tentou semear dúvida e derrubar a fé do povo de Israel, sugerindo que o Deus de Israel era impotente, igual aos “deuses” já humilhados pela força militar da sua nação. “Então, Rabsaqué se pôs em pé, e clamou em alta voz em judaico, e disse: Ouvi as palavras do sumo rei, do rei da Assíria. Assim diz o rei: Não vos engane Ezequias; porque não vos poderá livrar. Nem tampouco Ezequias vos faça confiar no SENHOR, dizendo: O SENHOR certamente nos livrará, e esta cidade não será entregue nas mãos do rei da Assíria... Não vos engane Ezequias, dizendo: O SENHOR nos livrará. Acaso, os deuses das nações livraram cada um a sua terra das mãos do rei da Assíria? Onde estão os deuses de Hamate e de Arpade? Onde estão os deuses de Sefarvaim? Acaso, livraram eles a Samaria das minhas mãos? Quais são, dentre todos os deuses destes países, os que livraram a sua terra das minhas mãos, para que o SENHOR livre a Jerusalém das minhas mãos?” (Isaías 36:13-15,18-20).

A resposta do salmista foi a mesma que o rei Ezequias e o profeta Isaías deram para seus inimigos. Não foram atemorizados pelas arrogantes ameaças assírias, pois confiavam em Deus. Ele foi a fonte da sua vida e seu protetor. Durante a noite, Deus mandou seu anjo e destruiu o exército da Assíria com seus 185.000 soldados. Jerusalém foi salva porque Deus estava com seu povo.

Nós vivemos em tempos tumultuosos. A polarização política faz inimigos de concidadãos do mesmo país. Conflitos econômicos e militares ameaçam a paz e segurança de países em todas as partes do mundo. Seria fácil nos entregar ao desânimo, desespero e ansiedade diante dessas incertezas. Quando tentados a questionar a soberania ou a presença de Deus, vamos nos lembrar do exemplo de Isaías e Ezequias e das palavras dos filhos de Corá!

O verdadeiro Deus, Criador e Senhor do Universo, não pode ser comparado aos falsos deuses dos vizinhos de Israel. Imagens feitas de madeira, pedra e metais jamais teriam poder para libertar homens das ameaças dos seus inimigos, mas o Deus de Jacó tem poder e mostrou sua soberania no livramento dos fiéis.

Deus continua sendo “o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações” (verso 1).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA