Share Button
Estudos Bíblicos

Salmo 136: A Sua Misericórdia Dura para Sempre

Não sabemos quem escreveu o Salmo 136, mas o seu conteúdo sugere a probabilidade da composição durante o tempo do reino unido, provavelmente durante o reinado de Davi ou Salomão. As citações históricas desse Salmo, como também do anterior, se limitam a fatos dos primeiros séculos depois do Êxodo do Egito.

Entendemos os Cânticos de Romagem (Salmos 120 a 134) como hinos cantados pelos israelitas nas suas jornadas a Jerusalém, subindo à Cidade Santa para participar de festas religiosas. Os primeiros Salmos depois dessa sequência (135 e 136) naturalmente chamam o povo a louvar ao Senhor com gratidão por suas proezas. Como as festas focavam a relação especial do único verdadeiro Deus com seu povo escolhido, os descendentes de Abraão, Isaque e Jacó, encontramos nesses hinos a ênfase nas obras de Deus para criar, libertar, proteger e cuidar do seu povo. Suas mensagens engradecem o nome do Senhor e, ao mesmo tempo, oferecem conforto para os adoradores.

Salmo 136 complementa o Salmo anterior, considerado no artigo anterior desta série. No Salmo 135, o autor convida todos a adorar a Deus no seu santo templo em Jerusalém porque ele é grande, bom e justo. No Salmo 136, ele conduz o coro de adoradores nas suas ações de graças pela misericórdia de Deus. Quando comparamos os dois hinos, observamos que os motivos citados para adorar e agradecer são os mesmos: as obras de Deus na natureza e na história do povo de Israel.

Salmo 135: Louvar a Deus

Salmo 136: Agradecer a Deus

Superior aos “deuses” (5,15-18)

Deus dos deuses e Senhor dos senhores (2,3)

Grande e poderoso (5,6)

O único que opera grandes maravilhas (4)

Poder sobre a natureza (6-7)

Criador do Universo (5-9)

Vitória sobre o Egito e seus primogênitos (8-9)

Vitória sobre o Egito e seus primogênitos, livramento de Israel (10-15)

Feriu os adversários no deserto, inclusive Seom e Ogue (10-11)

Conduziu o povo pelo deserto e lhe deu vitória sobre Seom e Ogue (16-20)

Entregou a terra como herança de Israel (12)

Entregou a terra como herança de Israel (21-22)

Compadece-se dos seus servos (14)

Lembrou, libertou e cuidou do seu povo (23-25)

Merece adoração (1-3,19-21)

Merece gratidão e adoração (1-3,26)

O estilo do Salmo 136 sugere um hino cantado em duas vozes, com um grupo ou uma pessoa cantando a primeira linha de cada verso e o coro dos adoradores respondendo com o refrão: “porque a sua misericórdia dura para sempre”.

A tradição judaica diz que esse Salmo foi um cântico especial de adoração chamado de “Grande Halel” (grande aclamação), entoado no final da Ceia da Páscoa. Pode ser o mesmo hino cantado por Jesus e seus apóstolos depois da comemoração da Páscoa na noite antes da crucificação (Marcos 14:26). É interessante pensar no significado especial que esse hino assumiria a partir daquele momento. A libertação dos israelitas que viviam na escravidão no Egito se tornou sombra da salvação que Jesus oferece para os arrependidos que buscam livramento dos seus pecados. Cristo toma para si, como povo escolhido, todos que se entregam a ele (1 Pedro 2:9-10). Jesus oferece uma herança e proteção “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo” (1 Pedro 1:3-5).

O povo de Israel tinha excelentes motivos para render graças ao Senhor. Nós, com o privilégio maior da libertação do pecado e da morte pelo sacrifício de Jesus, temos um motivo ainda maior para cantar o mesmo refrão, “porque a sua misericórdia dura para sempre”.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA