Share Button

Fermento Perigoso

Os discípulos de Jesus o acompanharam nas suas caminhadas por todo o território de Israel e até terras próximas. Muitas vezes, usaram barcos para atravessar o mar da Galileia, um lago no norte do vale do Jordão. Naturalmente, levavam alguma coisa para comer no caminho nessas viagens.

Mas, um dia, esqueceram o pão para comer no caminho. Esse fato estava na cabeça dos apóstolos quando Jesus falou: “Vede e acautelai-vos do fermento dos fariseus e dos saduceus” (Mateus 16:6). Eles pensaram imediatamente na sua fome e na preocupação em providenciar pão. Jesus percebeu que estavam conversando sobre a falta de pão e disse: “Por que discorreis entre vós, homens de pequena fé, sobre o não terdes pão? Não compreendeis ainda, nem vos lembrais dos cinco pães para cinco mil homens e de quantos cestos tomastes? Nem dos sete pães para os quatro mil e de quantos cestos tomastes? Como não compreendeis que não vos falei a respeito de pães? E sim: acautelai-vos do fermento dos fariseus e dos saduceus” (Mateus 16:8-11).

Essas palavras de Jesus nos ensinam lições importantes sobre a interpretação e a aplicação dos seus ensinamentos.

Jesus deu um exemplo que nos orienta na interpretação de textos bíblicos. Dois erros comuns são extremos opostos: (1) Interpretar tudo na Bíblia literalmente; (2) Tratar como simbólicos os relatos e ensinamentos literais. Essa conversa de Jesus com os discípulos corrige o primeiro erro, pois ele os repreendeu por entender literalmente sua linguagem figurada. Ele não estava falando de fermento literal usado para fazer pão, e sim, como eles conseguiram entender no final, da doutrina dessas seitas religiosas.

Uma segunda lição de interpretação aparece na maneira que Jesus corrigiu essa interpretação literal. Ele mostrou que a interpretação literal contradisse outras revelações divinas, especificamente os dois episódios nos quais Jesus multiplicou alimentos. Como ele estaria preocupado com o almoço dos discípulos quando ele tinha poder para multiplicar pães e peixes? Às vezes, temos dúvidas sobre o significado de um texto bíblico. Ajuda primeiro eliminar alternativas obviamente erradas que contradizem outras passagens mais claras. Ainda pode ser necessário considerar outras alternativas plausíveis, mas eliminando as explicações impossíveis facilita o processo.

Vamos ver mais um exemplo desse processo de eliminar alternativas impossíveis. Em Atos 15:13, Tiago falou sobre o problema de judaizantes. Sabemos que vários homens no Novo Testamento foram chamados por esse nome, então surge a pergunta natural: qual Tiago? O primeiro passo é eliminar uma alternativa impossível. Essa parte de Atos segue uma ordem cronológica, e já relatou a morte de Tiago, irmão de João, em Atos 12:2. O Tiago de Atos 15 pode ser um dos outros homens com esse nome (Mateus 10:3; Marcos 6:3; Lucas 6:16), mas certamente não foi Tiago, irmão de João e filho de Zebedeu (Mateus 10:2).

Voltando para o aviso de Jesus sobre fermento, observamos que ele não falou o sentido explícito, mas conduziu os discípulos à interpretação correta. No final do seu comentário, ele não disse: “Eu falo do fermento das falsas doutrinas dessas seitas”. Depois de eliminar a interpretação errada, ele repetiu a instrução original: “acautelai-vos do fermento dos fariseus e dos saduceus” (Mateus 16:6 e 11). Uma vez que ele eliminou a alternativa errada, eles entenderam o sentido correto: “Então, entenderam que não lhes dissera que se acautelassem do fermento de pães, mas da doutrina dos fariseus e saduceus” (Mateus 16:12).

Os discípulos entenderam o que nós precisamos compreender para fazer a aplicação correta nas instruções de Jesus. Falsas doutrinas se espalham e corrompem. Qualquer pessoa que deseja seguir a Jesus e chegar à vida eterna deve examinar os ensinamentos das Escrituras e viver conforme as instruções do Senhor.

Vamos ouvir os ensinamentos de Jesus e fugir do engano das falsas doutrinas que se espalham no meio religioso.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA