Share Button

Massacre em Las Vegas: Deus Não Errou!

Quando levantamos na primeira segunda-feira de outubro (2017), ouvimos a notícia. Mais um caso de violência aleatória deixou pelo menos 58 mortos e mais de 500 feridos. Policiais procuram entender o que aconteceu enquanto hospitais ficam lotados com vítimas precisando de atendimento. O atirador, um homem de 64 anos, foi encontrado morto pelos policiais.

Nos próximos dias, ouviremos diversas explicações do caso e várias tentativas de atribuir culpa aos outros. Alguns dirão que o problema é o acesso fácil a armas. Outros tentarão explicar o estado mental e emocional do atirador. Podem sugerir que o sistema público de saúde ou de previdência social falhou. E alguns, sempre procurando motivos para justificar sua decisão de fugir de Deus, vão culpar seu próprio Criador: “Como posso acreditar em um Deus que deixa pessoas inocentes morrer assim?”

Vamos separar alguns fatos.

Um homem decidiu matar outras pessoas. Conforme os policiais envolvidos, a força tática invadiu o apartamento no 32º andar de um hotel e encontrou Stephen Paddock morto. Também encontraram 23 armas no local. Acreditam que esse homem tenha se suicidado depois de atirar centenas de vezes em uma praça lotada de pessoas que assistiam uma apresentação de música.

A culpa foi da sociedade, do governo, dos pais ou das escolas onde ele estudou meio século atrás? Não duvido da possibilidade de vários fatores terem influenciado esse homem a cometer tal atrocidade, mas o fato permanece que ele agiu. O ataque mostrou planejamento, capacidade como atirador e a execução desse plano cruel.

A culpa foi de Deus? Podemos admitir que Deus permitiu que o homem cometesse esses crimes sem atribuir falta ao Senhor. Deus criou o homem à sua imagem e semelhança, com a capacidade de amar (pois Deus é amor – 1 João 4:8) e tomar decisões. Ele não criou uma raça de robôs programados para fazer sua vontade. Quando ele nos deu condições de amar, correu o risco das pessoas decidirem não amar. A liberdade de escolher, vista pela maioria como um direito fundamental, necessariamente introduz a opção de fazer o mal, até de odiar.

Somos criaturas com necessidades sociais, e assim não vivemos isolados. Nossos atos envolvem e afetam outras pessoas. As liberdades que valorizamos e as escolhas que fazemos têm impacto na vida de outras pessoas. Quando Caim não controlou sua raiva, Abel morreu como vítima. Quando seus irmãos foram consumidos por inveja, José foi vendido como escravo. Quando Herodes procurou matar Jesus, várias crianças inocentes perderam a sua vida. Diariamente, os jornais nos trazem notícias de pessoas inocentes que sofrem por causa das decisões dos outros. Uma pessoa que toma algumas cervejas antes de dirigir pode acabar com famílias inteiras. No dia a dia, decisões de desistir, divorciar, defraudar e abandonar afetam vítimas inocentes.

Mesmo assim, ninguém quer abrir mão da sua liberdade de escolher. Não queremos ser uma raça de robôs. Da mesma maneira que eu posso escolher fazer bem ou fazer mal, Stephen Paddock viveu e morreu conforme suas próprias escolhas. As minhas decisões afetam outras pessoas, para o bem ou para o mal. As decisões dele, também, tiveram impacto trágico na vida de muitos outros.

Deus errou em permitir que você decidisse o que fazer com a sua vida? Não. Ele deixou você livre para amar, para imitar a perfeição e santidade do seu Criador. Mas ele deixou aberta a possibilidade de você mostrar rebeldia e ódio, como também deixou essa opção para o atirador de Las Vegas (Josué 24:14-15; Mateus 7:13-14).

Todos nós, até as famílias atingidas pela maldade desse criminoso, precisamos lembrar da atitude de Jó quando ele sofreu terríveis tragédias: “Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma” (Jó 1:22). Um homem cruel matou dezenas de pessoas, mas Deus não errou!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA