Share Button

O Que Acontece Quando Desrespeitamos o Que Deus Diz sobre o Sexo

Desde a Criação, Deus tem orientado os seres humanos sobre o sexo, mostrando a importância e os benefícios desse presente que ele preparou para suas criaturas. O sexo no contexto definido por Deus é puro e benéfico. O sexo distorcido e tirado do seu lugar, porém, traz consequências para as pessoas que rejeitam os limites definidos pelo Criador. Neste artigo, vamos focalizar alguns trechos do Novo Testamento que mostram as consequências de desrespeitar a palavra de Deus sobre esse assunto tão importante.

Jesus falou sobre o que o sexo ilícito faz no casamento. Quando alguns religiosos perguntaram para Cristo sobre o divórcio, ele reforçou o princípio revelado em Gênesis 2: o casamento é um compromisso absoluto que não deve ser dissolvido. Jesus disse: “Não tendes lido que o Criador, desde o princípio, os fez homem e mulher e que disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher, tornando se os dois uma só carne? De modo que já não são mais dois, porém uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 19:4-6). A santidade dessa relação entre marido e mulher é tão importante que Jesus ensinou os homens a nem olhar com desejos impuros para outras mulheres (Mateus 5:28). Ele frisou a gravidade da desobediência sobre o sexo quando disse que relações sexuais ilícitas seriam a única coisa que justificaria um divórcio (Mateus 5:32; 19:9). Jesus não tratou o sexo com algo insignificante!

Paulo falou sobre o efeito da imoralidade sexual na relação com Deus. Em várias das suas cartas, esse apóstolo avisou sobre as graves consequências de relações sexuais não autorizadas pela palavra de Deus. Ele foi rigoroso no tratamento de um problema de incesto na igreja de Corinto, dizendo que a pessoa que persistisse nesse pecado deveria ser expulsa da congregação (1 Coríntios 5:1-13). Paulo incluiu adúlteros, efeminados e sodomitas quando falou do passado pecaminoso de alguns cristãos, dizendo que deixaram suas vidas de imoralidade quando foram lavados, santificados e justificados em Jesus (1 Coríntios 6:9-11). Quando ele falou das obras da carne que impedem acesso ao reino de Deus, a lista começou com as palavras prostituição, impureza e lascívia, termos que se referem à imoralidade sexual. Paulo ensinou os cristãos a evitarem a imoralidade, sendo fiéis em atender às necessidades sexuais do próprio cônjuge (1 Coríntios 7:1-5).

Quando Paulo escreveu para pessoas em uma cultura idólatra que associava a imoralidade sexual com o serviço religioso, ele fez um contraste claro. Enquanto os homens ao seu redor entregavam seus corpos a prostitutas nos templos pagãos, os cristãos precisavam manter seus corpos livres da prostituição, porque eles mesmos eram o templo de Deus, o santuário do Espírito Santo: “Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo” (1 Coríntios 6:19-20). Quando consideramos os argumentos de Paulo nos versículos anteriores, entendemos que o corpo que pertence a Deus nunca deve ser entregue à imoralidade. Qualquer relação sexual fora dos princípios ensinados pelo Senhor seria vista como uma profanação do templo de Deus!

O autor de Hebreus reforçou uma distinção importante sobre o sexo. A epístola aos Hebreus focaliza a superioridade de Jesus Cristo a todas as suas criaturas, e a importância de respeitar a sua palavra. No final da carta, o autor apresenta várias instruções práticas para ajudar os cristãos a servir o Senhor com fidelidade e amor. Entre as suas orientações, encontramos esta instrução sobre o sexo: “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros” (Hebreus 13:4). Observamos aqui duas categorias distintas: (1) As pessoas que mantêm relações lícitas e puras no casamento (2) As pessoas que praticam o sexo em outros contextos. A palavra “impuros” inclui solteiros que se envolvem sexualmente, e a palavra “adúlteros” se refere a pessoas envolvidas em relações extraconjugais ou em casamentos ilícitos (veja o que Jesus disse em Lucas 16:18). Deus julgará as pessoas que desrespeitam sua vontade sobre o sexo.

O ensinamento do Novo Testamento mostra que Deus continua tratando o sexo com seriedade. Todos que procuram agradar ao Senhor respeitarão seus ensinamentos.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA