Share Button

O Encontro das Águas

Um dos mais fascinantes fenômenos naturais em Manaus, e uma atração constante para os turistas que visitam a região, é o Encontro das Águas dos rios Negro e Solimões. Devido às diferenças de temperatura, velocidade e nível de acidez, as águas dos dois rios demoram para se misturar. O resultado é uma linha de demarcação de águas de cores distintas que fluem juntas mas separadas por alguns quilômetros antes de conseguirem se misturar e continuar juntas até o oceano.

O que acontece no rio Amazonas bem ilustra várias realidades espirituais. Vamos pensar em algumas lições das Escrituras que podem ser comparadas ao fenômeno do Encontro das Águas.

1) A separação entre certo e errado. O Senhor nos chama a distinguir e escolher. Jesus falou de dois caminhos distintos com destinos opostos: “Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela” (Mateus 7:13-14). Paulo disse: “julgai todas as coisas, retende o que é bom; abstende-vos de toda forma de mal” (1 Tessalonicenses 5:21-22). Muitos outros trechos bíblicos ajudam com esta distinção entre coisas incompatíveis. Paulo enumerou obras da carne em contraste com o fruto do Espírito para ajudar nesta separação fundamental (Gálatas 5:19-24).

2) A importância de uma vida santificada. A escolha entre os caminhos que encontramos determina a nossa conduta. Não é suficiente distinguir entre certo e errado, precisamos agir de uma maneira coerente e viver como pessoas santificadas, ou seja, separadas das coisas que não agradam o nosso Criador. Pedro bem frisou esta necessidade: “tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo. Ora, se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação” (1 Pedro 1:14-17).

3) Estamos no mundo, mas não devemos ser do mundo. Alguns levam o princípio da santidade a uma aplicação distorcida ao se isolarem das outras pessoas, evitando contato com pessoas “do mundo”. Os fariseus condenavam Jesus por manter contato com pessoas ainda não convertidas (Lucas 5:29-30). Ao longo da história, diversos grupos religiosos decidiram se isolar das outras pessoas pela formação de colônias separadas. Esta não foi a intenção de Jesus. Ele não somente recusou a isolar os seus seguidores, fez exatamente o oposto ao enviá-los como embaixadores ao mundo: “Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal. Eles não são do mundo, como também eu não sou. Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo” (João 17:15-18).

4) O perigo real de perder esta distinção. Quando os dois rios se encontram em Manaus, a separação é nítida. Mas depois de andarem juntos por um tempo, esta separação some e as águas se misturam no seu caminho para o oceano. As diferenças de velocidade e temperatura se perdem, e a mistura das águas até iguala a composição química. O contato entre os seguidores de Jesus e as pessoas do mundo apresenta os mesmos riscos. É fácil para os discípulos do Senhor perderem o calor e o fervor do seu compromisso com o Mestre. Paulo escreveu: “No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor” (Romanos 12:11). Há perigo de se adaptar ao ritmo de vida das pessoas que desrespeitam ao Senhor (1 Pedro 4:3-4).

5) A possibilidade de mudar o mundo. Quando consideramos a mistura das águas, não devemos ignorar a outra possibilidade. Por sua influência, os servos do Senhor podem mudar o mundo. Por isso, Jesus nos chamou para ser o sal que preserva e a luz que ilumina o mundo (Mateus 5:13-16).

Observamos no Encontro das Águas uma boa ilustração de verdades espirituais importantes!

-Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C. P. 500 - Jarinu - SP, 13240-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C. P. 500 - Jarinu - SP 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA

 

 

ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA