Estudo Textual: 1 Timóteo 4:1-16
"Torna-te Padrão dos Fiéis"

Alguns se afastarão da fé (4:1-5). Quando o apóstolo Paulo partiu da Ásia pela última vez, ele severamente avisou os presbíteros de Éfeso sobre "lobos vorazes" e "homens falando coisas pervertidas" que se levantariam no meio deles (veja Atos 20:17, 29-30). Na sua carta enviada a Timóteo em Éfeso (veja 1:3), Paulo novamente avisa pelo Espírito que "alguns apostatarão da fé" (4:1). Este desvio da fé seria o resultado de obediência a "espíritos enganadores e a ensinos de demônios" (4:1). Pessoas encantadas pelas mentiras de falsa doutrina agem contra a sua própria consciência (4:2; veja Romanos 2:14-16) e fazem coisas que os "que conhecem plenamente a verdade" jamais devem fazer (4:3-5; veja os avisos em 2 Tessalonicenses 2:9-12 e 1 João 4:1).

"Ordena e ensina estas coisas" (4:6-11). Para que as pessoas não caiam no erro, é necessário que homens fiéis como Timóteo ensinem cada vez mais "as palavras da fé e da boa doutrina" que eles mesmos praticam (4:6) e que rejeitem as "fábulas profanas" que são as tradições de homens tolos (4:7; veja 1:4). O ensinamento da verdade dará aos homens o que é necessário para a prática espiritual. Assim como é necessário o exercício físico para manter o corpo em boa forma, também é necessário exercitar a alma "na piedade" (4:7). Este exercício espiritual é mais proveitoso do que o físico, pois prepara pessoas para terem a força de lutar e se esforçar na esperança da salvação (4:9-10). Jesus morreu para salvar a todos, conforme a vontade de Deus (veja 2:3-6). Porém, a esperança desta salvação é somente para os fiéis (4:10). Muitos se desviam e perdem a salvação porque não se exercitam na prática da verdade, e assim estão fracos e facilmente enganados quando a falsa doutrina surge (veja Gálatas 1:6-7; Efésios 4:11-14; Hebreus 5:12-14; etc.).

"Torna-te padrão dos fiéis" (4:12-16). Paulo não queria que a juventude de Timóteo impedisse a sua eficácia como pregador da palavra de Deus. Afinal, o que faz de um servo de Cristo um bom ministro não é a sua idade ou formação teológica, e sim a sua fidelidade para com a palavra a ele conferida (4:12-13, 16; veja 1 Coríntios 4:1-4). O servo de Cristo precisa se dedicar diligentemente para mostrar o "padrão" da vida cristã na sua própria vida (4:12) e para exortar e ensinar a outros (4:13-15). Sem dar o esforço necessário para estudar e viver verdadeiramente a palavra do Senhor, muitos que se chamam "ministros" de Deus levam pessoas à destruição eterna (veja Mateus 15:12-14; 23:13-28). O resultado, porém, da prática e do ensino fiel da doutrina de Cristo é a salvação de todos que a obedecem (4:16).

Perguntas para mais estudo:

  • Proibição de casamento e abstinência de certos alimentos realmente faz parte da doutrina de Cristo? (4:1-5)

  • Quais são algumas maneiras que alguém pode se exercitar "na piedade"? (4:6-11)

  • Qual a prova verdadeira de que alguém seja um ministro fiel de Cristo? (4:12-16)

-por Carl Ballard

Leia mais sobre este assunto:
Cartas para um Jovem Evangelista

O que a Bíblia ensina sobre a Organização da Igreja?

"Combate o Bom Combate"

Jovens Sábios

Bastante velho para decidir

A Decisão de Daniel

Cuidado com o Fermento!


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA