Os Salmos Acrósticos
por Thaxter Dickey

Os salmos acrósticos me intrigam, porque sempre pensei que os acrósticos fossem tolos, especialmente os sermões acrósticos.  Você conhece o tipo que quero dizer:  um sermão para o dia das mães, no qual cada uma das letras da palavra "mãe" inicia cada assunto.  Isso me parece cortesia demais e de pouco valor intelectual.  Mas quando observo que alguns salmos inspirados são acrósticos, tenho que reconsiderar.  Há nove salmos acrósticos.  Na realidade, são salmos alfabéticos;  isto é, são organizados de modo que cada linha, ou cada série de linhas, comece com as letras sucessivas do alfabeto hebraico.  Se Deus usa tal arranjo, não é tolo; há, provavelmente, uma razão para isso.

Posso pensar em três razões possíveis para a forma alfabética.  Primeiro, é uma ajuda à memória.  Muitas culturas, durante o tempo dos Salmos, usavam a poesia deste modo.  É o caso dos grandes épicos dos gregos:  a Ilíada e a Odisséia.  Além de ser poético e assim mais facilmente memorizado, um salmo acróstico é arranjado numa ordem natural para decorar:  o alfabeto.  Contudo, esta não pode ser a razão para a forma em acróstico, porque apenas um pequeno número de Salmos é em acróstico e não consigo ver como eles sejam mais importantes do que os outros.

Uma segunda razão para usar a forma em acróstico é para demonstrar a flexibilidade do autor.  Este parece ser o caso nos acrósticos seculares, até mesmo em alguns sermões acrósticos:  eles são uma mera demonstração de habilidade.  Isto não é verdadeiro com os Salmos de Deus.  Contudo, o formato acróstico não somente demonstra a flexibilidade do poeta, mas demonstra também a flexibilidade da linguagem.  É admirável que possamos escolher uma tal forma artificial e, com relativa facilidade, completar uma série coerente de sentenças de louvor a Deus.  Você poderia querer experimentá-la, para demonstrar a si mesmo esta admirável flexibilidade de linguagem e também explorar a quantidade de aspectos em que você pode louvar a Deus. A linguagem, que é um dom de Deus, é um meio maravilhosamente elástico para comuni-car, como está demonstrado nos salmos acrósticos.

SALMO

9
O versículo 2 diz a Deus, eu o louvarei de todo o meu coração e, de acordo com minha tese, a forma de acróstico diz, eu o louvarei com o alfabeto inteiro.

10 Este salmo exprime confiança no poder de Deus sobre o mal.  Os Salmos 9 e 10 são apenas acrósticos parciais; podem ser parte de um acróstico maior e completo.

25 Um alfabeto de súplicas é o título que Kidner dá a este salmo.

34 O assunto aqui é a felicidade completa daqueles que confiam em Deus.

37 As bênçãos completas do justo são consideradas nos versículos 1-8, e contrastadas na segunda metade com a completa calamidade acarretada aos ímpios.

111 O assunto da bondade de Deus não é esgotado pelo alfabeto inteiro.

112 O salmista considera a completa bem-aventurança do justo.

119 A bondade da lei de Deus não é exprimida totalmente apesar do fato que o salmista usa cada letra oito vezes antes de passar à seguinte.

145 O amor de Deus é um tema para todos os homens (versículo 4), e para todas as letras do alfabeto, também.

Talvez a explica-ção mais razoável para os salmos acrósticos seja que a forma é uma parte da men-sagem. Usar o alfabeto inteiro é uma forma de dizer: Aqui está um tema grande; é preciso o alfabeto inteiro para dizê-lo.  Tal é certamente o caso do salmo acróstico mais familiar, o Salmo 119, que está escrito para louvar a maravilhosa lei de Deus.  Este também parece ser o motivo do uso da forma em acróstico nas Lamentações, capítulos 1 a 4, que a desgraça do povo de Deus é completa.  No livro de Provérbios, os versículos em louvor da mulher digna também são em forma de acróstico alfabético, como se para dizer que nem todas as letras do alfabeto podem esgotar seu louvor.

Alguns salmos usam a forma de acróstico para ressaltar a natureza inexaurível de seu assunto.  Aqui eu relaciono os salmos acrósticos com comentários indicando como a forma de acróstico satisfaz e ressalta seu conteúdo. Leia-os e veja se concorda.

Deus nos abençoou com o maravilhoso dom da linguagem.  Que melhor uso podemos fazer dela do que louvando-o e ensinando outros sobre ele?  Mas, mesmo com o quase ilimitado poder e flexibilidade da linguagem, jamais esgotaremos seu louvor.


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA