Os Salmos de Aleluia
(Salmos 113-118)
por Melvin D. Curry

As duas categorias principais dos Salmos são os de louvor e os de lamento, e os de aleluia representam a forma mais pura do primeiro grupo.  Aleluia é uma transliteração de uma frase em hebraico que significa "louve o Senhor (Iá)".  Nos Salmos 146-150, cada Salmo começa e termina com esta frase, marcando claramente o grupo como Salmos de aleluia.  O Salmo 115 se ajusta a este padrão;  contudo, as linhas de demarcação nos Salmos 114 e 118 não incluem a expressão "louve o Senhor", e os Salmos 115-117 colocam-na no fim. Na tradução grega (LXX) do Velho Testamento, a frase final "louve o Senhor" (113:9; 115:18; 116:19; 117:2) está mudada para o princípio de cada salmo que se segue, fazendo com que todos, exceto o Salmo 115 comecem com "aleluia".  Por isso, o grupo é chamado "salmos de Aleluia".

Podemos ler os salmos de louvor, especialmente os salmos de aleluia, com mais compreensão, se conhecermos as coisas que devemos observar. Primeiro, um padrão básico em três partes geralmente emerge: um chamado a louvar, razões porque Deus deverá ser louvado, e mais outros chamados a louvar.  Por exemplo, note como o Salmo 117, o menor salmo (capítulo) na Bíblia, se ajusta a este padrão.  Contudo, se o padrão, em parte ou no total, não é óbvio, não há razão para classificar um salmo como um salmo de louvor.  É melhor, portanto, chamar o Salmo 114 de salmo histórico e classificar o Salmo 118 como um salmo de agradecimento.

Segundo, quando se lê salmos de louvor, notam-se duas razões para louvar a Deus: por quem ele é (descrição), e pelo que ele faz ou tem feito (declaração).  Na primeira categoria, ele está "acima de todas as nações, e a sua glória, acima dos céus" (113:4).  Na segunda categoria: "Ele ergue do pó o desvalido e do monturo, o necessitado; para o assentar ao lado dos príncipes . . . do seu povo" (113:7-8).  Ele "faz que a mulher estéril viva em família e seja alegre mãe de filhos" (113:9); ele "converteu a rocha em lençol de água" (114:8); ele "fez os céus e a terra" e deu a terra "aos filhos dos homens" (115:15-16); "em meio à tribulação, invoquei o Senhor, e o Senhor me ouviu e me deu folga" (118:5); "O Senhor é a minha força e o meu cântico, porque ele me salvou" (118:14).  Observe como a descrição de Deus e a declaração do que ele tem feito dá o ponto central do Salmo 113:  "Quem há semelhante ao Senhor, nosso Deus, cujo trono está nas alturas, que se inclina para ver o que se passa no céu e sobre a terra?" (113:5-6).

Terceiro, a linguagem figurada abunda nos salmos de louvor.  O exemplo mais óbvio disso no grupo que estamos estudando é a personificação, uma figura na qual as coisas inanimadas são dadas características de seres vivos.  "O mar viu isso e fugiu; o Jordão tornou atrás. Os montes saltaram como carneiros, e as colinas, como cordeiros do rebanho" (Salmo 114:3-4).

Os Salmos 113-118 são salmos "órfãos;"  eles não têm autor indicado.  Muitos salmos têm cabeçalhos que dão informações sobre autoria, ambiente histórico, melodia, função, etc., mas estes não.  Portanto, quando não há cabeçalho, deve-se depender do contexto do salmo para revelar tais assuntos.  Para citar um exemplo, o ambiente histórico do Salmo 114 é o êxodo:  "quando saiu Israel do Egito, e a casa de Jacó, do meio de um povo de língua estranha, Judá se tornou o seu santuário, e Israel, o seu domínio" (114:1-2).

A tradição judaica sugere que os Salmos 113-118 eram cantados na Páscoa.  Os Salmos 113 e 114 eram cantados antes da refeição da Páscoa; os Salmos 115-118, depois.  O Salmo 136, o Grande Hallel, era cantado no ponto mais alto da festa.  Esta prática pode ser refletida na ação de Jesus e de seus discípulos:  "E, tendo cantado um hino, saíram para o monte das Oliveiras" (Mateus 26:30).  Certamente, nossa prática de cantar um hino antes da Ceia do Senhor é recomendável.  Acrescentar um hino depois seria ainda melhor.  Talvez seis cânticos de Aleluia não fossem demais.


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA