Share Button

Cooperando em Cristo (Romanos 15:22 - 16:27)

Nos primeiros 11 capítulos desta carta, Paulo apresentou argumentos doutrinários, mostrando a necessidade universal do evangelho. De 12:1 - 15:21, ele deu diversos ensinamentos práticos, destacando a importância do amor entre irmãos. Ele encerra o livro com comentários sobre seus planos e algumas saudações pessoais.

Planos de Viagens (15:22-29)

A divulgação do evangelho aos gentios em lugares novos impedia a desejada visita de Paulo a Roma (22). Ele achou que a visita seria possível num tempo próximo (23). Ele queria passar por Roma e ficar algum tempo antes de ir à Espanha, mas faria essa viagem depois de voltar para Jerusalém (24-25,28-29).

Paulo ia a Jerusalém levar a coleta oferecida pelos irmãos da Macedônia e da Acaia aos “pobres dentre os santos” naquela cidade (25-28; cf. Atos 24:17; 1 Coríntios 16:1-4; 2 Coríntios 8 e 9).

Ao invés de ter conflitos entre judeus e gentios, devem reconhecer a sua interdependência. Espiritualmente, os gentios deviam muito aos judeus. Materialmente, os judeus agora teriam uma dívida aos gentios.

Pedido de Oração (15:30-33)

Paulo pediu as orações dos romanos para que pudesse: (a) ser livre dos rebeldes na Judéia, (b) fazer seu serviço aos irmãos com uma boa aceitação e, depois, (c) chegar em alegria a Roma.

Saudações Finais (16:1-16)

No capítulo 16, Paulo comenta sobre vários cooperadores no trabalho do reino, incluindo citações de oito mulheres. Entre as pessoas citadas:

Ele pediu que os irmãos apoiassem Febe, que estava indo para Roma.

Priscila e Áqüila arriscaram a vida para proteger Paulo e abriam sua casa para as reuniões de uma igreja (3-5; veja Atos 18; 1 Coríntios 16:19; 2 Timóteo 4:19).

Andrônico (homem) e Júnias (mulher), parentes de Paulo, foram convertidos antes dele (7).

Trifena, Trifosa e Pérside: três mulheres que serviam ao Senhor (12).

Paulo acrescentou saudações de todas as igrejas de Cristo (16). Encontramos aqui um nome ou uma descrição? Alguns grupos religiosos citam este versículo para estabelecer um nome próprio para a igreja (a Igreja de Cristo). É uma descrição (as pessoas que pertencem a Cristo), mas nada no Novo Testamento apóia a prática de estabelecer um nome próprio e exclusivo para a igreja.

Cuidado: Perigo (16:17-20)

Paulo adverte os irmãos sobre o perigo de influências más. Mandou que notassem e se afastassem de pessoas que provocavam divisões contra a vontade de Deus (17). Tais pessoas são egoístas e induzem outros ao erro (18).

Paulo queria proteger os romanos, servos obedientes, enquanto esperavam a justiça de Deus contra Satanás (19-20).

Mais Saudações (16:21-23)

Nestes versículos, Paulo inclui saudações pessoais deTimóteo e outros companheiros.

Oração (16:24-27)

Oração de encerramento ao Deus eterno, que agira desde a eternidade para o benefício dos homens.

–por Dennis Allan

Leia mais sobre este assunto:
Estudo Textuais Romanos

A Igreja do Senhor: Como se Chama? 

O Que é a Igreja?

A Unidade que Agrada a Deus

O que significa a palavra "igreja"?

A Missão Espiritual da Igreja

Mulheres piedosas

O Papel das Mulheres no Plano de Deus

Encontrando nosso lugar


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA