Quarta Parte: Deus Fala a Jó
Lição 1: O primeiro desafio de Deus a Jó (38:1 - 40:5)


I. Deus interroga Jó a respeito da natureza inanimada (38:1-38)

A. Jó tinha expressado freqüentemente o desejo de falar com Deus e seu anseio é satisfeito, mas a "discussão" não é exatamente o que Jó imaginava que seria!

B. Deus interroga Jó a respeito de seu (de Jó) conhecimento da criação (vs. 4-7).

1. Obviamente, a maioria das perguntas feitas pelo Todo-Poderoso são de natureza primorosa.

2. "Estrelas da alva" no versículo 7 parece ser um sinônimo para os filhos de Deus.

C. Ele interroga Jó sobre a origem e o conteúdo do mar (vs. 8-11).

1. Ele descreve seu começo usando a figura de um nascimento. Neste capítulo inteiro, o Senhor usa linguagem figurativa para falar sobre várias forças da natureza. Sua descrição da natureza não tem o intento de ser um tratado científico do assunto, nem repousa na linguagem científica do homem moderno.

2. Há poucas coisas tão poderosas como o mar, e ainda Deus afirma que ele traça os seus limites.

D. Deus pergunta se Jó é responsável pela aurora de um novo dia (vs. 12-15).

1. Deus retrata a terra como um vestuário cujas bordas são agarradas pela aurora e os ímpios são sacudidos dele (v. 13).

2. Pelos fatos de que a luz da aurora "quebra o braço" dos ímpios e que Deus é responsável pela luz da manhã, parece provável que Deus esteja afirmando sua justiça moral, um assunto que Jó tinha questionado (v. 15).

E. A Jó é perguntado se ele tinha algum conhecimento das profundezas da terra; se tiver, ele é encorajado a "dizê-lo" (vs. 16-18).

F. Deus quer saber o que Jó conhece sobre as moradas da luz e das trevas (vs. 19-21).

1. Luz e trevas são personificadas. Conhece Jó o caminho para suas moradas?

2. De um modo agudo, Deus sugere que talvez Jó saiba isso porque ele é muito velho (i. e., presente na criação, quando a luz e as trevas foram criadas).

G. Deus ainda interroga Jó sobre os elementos (vs. 22-30).

1. Ele quer saber se Jó inspecionou os tesouros de Deus da neve e do granizo. Observe que há novamente referência à justiça moral de Deus no propósito da neve e do granizo (vs. 22-23; veja Josué 10:11).

2. Deus divide a luz em suas resplendentes cores no arco-íris, mas Jó sabe como isso é feito (v. 24)?

3. Deus propõe mais perguntas a respeito dos fenômenos naturais o que também serve para ressaltar que o cuidado de Deus se estende além da humanidade (vs. 25-27).

4. Usando a figura de um nascimento, Deus pergunta a Jó sobre a origem da chuva, do orvalho, do frio que congela e do gelo (vs. 28-30).

H. Voltando sua atenção para os corpos celestes, Deus pergunta a Jó se ele pode organizá-los e comandá-los (vs. 31-33).

I. Deus questiona se os elementos corresponderão aos comandos de Jó (vs. 34-38).

1. Naturalmente, o Senhor sabe que Jó não pode comandar os elementos da natureza. Suas perguntas são destinadas a ressaltar o conhecimento limitado de Jó e o comando do mundo em volta dele.

2. Se Jó não entende nem mesmo estes fenômenos naturais do mundo, como pode ele esperar entender as obras de Deus na área da justiça? Jó não pode comandar a natureza nem os corpos celestes; por que ele tem a presunção de questionar a justiça ou o poder daquele que criou estas coisas e continua a dominá-las?

II. Deus interroga Jó a respeito do reino animal (38:39 - 39:30).

A. Voltando sua atenção para a natureza animada, Deus pergunta a Jó se ele pode fornecer comida para o leão e para o corvo (vs. 39-40). No caso do leão, pode ser que Deus esteja se referindo àquela coisa maravilhosa que os animais possuem, isto é, instinto.

B. Deus inquire Jó a respeito dos hábitos de nascimento da cabra selvagem e das cervas (39:1-4).

C. Deus questiona se Jó é responsável por dar ao jumento selvagem seu desejo de liberdade (vs. 5-8). "Jó cuida dele na terra árida?"

D. A seguir Jó é interrogado com respeito ao boi selvagem (vs. 9-12).

1. A tremenda força do boi selvagem é o ponto importante.

2. Pode Jó conter este animal a ponto de usá-lo para fins domésticos, tais como arar ou colher?

E. Deus chama a atenção de Jó para o avestruz (vs. 13-18).

1. Jó não é perguntado nesta parte. Em vez disso, parece que o propósito de Deus é impressionar Jó com a diversidade da natureza quando ele descreve o avestruz.

2. O avestruz é uma pobre mãe por comparação e no entanto Deus lhe deu uma tão impressionante velocidade (algumas vezes 70 quilômetros por hora) que ela pode facilmente correr mais do que um cavalo com seu cavaleiro.

F. Resumindo o interrogatório a Jó, Deus lhe pergunta que papel ele desempenhou na feitura do magnífico animal que é o cavalo (vs. 19-25).

1. A impetuosidade e a coragem de um cavalo de guerra são bem descritas.

2. Pode Jó reivindicar ter produzido um tão belo espécime de força?

G. Deus questiona se Jó é responsável pelos admiráveis feitos do falcão e da águia (vs. 26-30).

1. É pela inteligência de Jó que o falcão voa sem tanto esforço?

2. Jó ensinou a águia a fazer seu ninho na segurança das alturas? É ele responsável pela incrível visão dela, permitindo-lhe distinguir a presa no chão enquando paira alto acima da terra?

III. O desafio de Deus e a resposta de Jó (40:1-5)

A. A Jó agora é perguntado se ele ainda deseja contender com Deus e dar-lhe instruções (vs. 1-2).

1. Não é por acaso que Deus é descrito como o Todo-Poderoso!

2. Se Jó desejar continuar, ele tem que responder às perguntas que Deus tinha acabado de fazer, o que é, obviamente, um feito impossível.

B. Jó entende o ponto do Senhor. Ele tinha ficado impressionado com sua própria insignificância à luz da grandeza de Deus, e promete ficar calado (vs. 3-5).

Perguntas Para Estudar:

Em quais amplas áreas Deus questiona o conhecimento e o poder de Jó?
Contraste a confrontação de Jó com Deus com o "debate" que Jó tinha desejado.
O que são o Sete-estrelo, o Órion e a Ursa (38:31-32)? Que ponto Deus afirma com sua menção a eles?
O que Deus pergunta a Jó sobre as cabras selvagens e as corças?
Por que Deus faz a Jó todas estas perguntas sobre a natureza? Que ligação estas perguntas têm com o sofrimento de Jó?
Deus trata da questão do sofrimento inocente em todo este discurso?

 

ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA