Share Button

A Reeducação Alimentar

Com o assustador aumento do peso médio das pessoas em vários países, inclusive no Brasil, é comum ouvir indicações de dietas para resolver o problema. Muitas pessoas juram sobre a eficácia de uma dieta ou outra – seja Atkins, South Beach, Mediterrânea, Vegetariana ou uma das milhares de outras a ganhar adeptos. Percebendo a futilidade de fazer uma dieta para alcançar o peso “ideal” e, depois, voltar aos antigos maus hábitos de alimentação, muitos profissionais adotaram o termo “reeducação alimentar” para ensinar uma mudança vitalícia nos hábitos. Ensinam a importância de mudar seu estilo de vida para sempre, com a esperança de alcançar uma idade avançada com boa saúde. O mesmo princípio se aplica na vida espiritual.

Quando decidimos servir ao Senhor, é necessário mudar radicalmente alguns hábitos, especialmente no que se trata de alimentação espiritual.

Eliminar e Substituir. Orientações sobre a reeducação alimentar contêm palavras como eliminar e substituir, falando dos tipos de alimentos prejudiciais à saúde que devem ser evitados, e incentivando o consumo de outros alimentos bons.

Depois de passar anos cultivando maus hábitos e alimentando desejos carnais, a conversão a Cristo exige a mudança de costumes e até de interesses. Precisamos aprender a gostar de alimentos que muitos detestam, e detestar as guloseimas que procurávamos por muito tempo. Paulo escreveu: “Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra... Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria... Agora, porém, despojai-vos, igualmente, de tudo isto: ira, indignação, maldade, maledicência, linguagem obscena do vosso falar” (Colossenses 3:1-2,5,8). Abandonamos as coisas que provocam a morte espiritual e buscamos as atitudes boas que produzem a vida: “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade. Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente...” (Colossenses 3:12-13).

Frequência. É comum ver instruções sobre a frequência da alimentação, geralmente encorajando a pessoa a manter intervalos pequenos entre refeições. Quando desejamos servir ao Senhor, precisamos nos dedicar ao conhecimento da vontade dele. Isso requer a frequente leitura e estudo da Bíblia. Quando examinamos as Escrituras diariamente, como o faziam as pessoas em Bereia (Atos 17:11), tomamos um passo importante para o crescimento que Pedro desejava para seus leitores: “antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo” (2 Pedro 3:18).

Outros Hábitos Bons. A reeducação alimentar tipicamente inclui instruções sobre hábitos complementares como, por exemplo, o incentivo dos exercícios físicos e do sono adequado. O progresso espiritual, também, depende do desenvolvimento de várias práticas além dos estudos das Escrituras. Consideremos dois exemplos:

(1) Orar. Há uma ênfase inegável no Novo Testamento nas orações constantes, resumida em poucas palavras pelo apóstolo Paulo: “Orai sem cessar” (1 Tessalonicenses 5:17). O exemplo de Jesus, dos apóstolos e dos outros cristãos primitivos reforça a importância desse aspecto da nossa comunicação com Deus. Quando estudamos a Bíblia e oramos, completamos a comunicação. No estudo, Deus fala conosco. Nas orações, nós falamos com Deus.

(2) Congregar. Outro hábito importante é a participação com outros cristãos. Os primeiros cristãos estavam juntos no seu serviço ao Senhor (Atos 2:46-47). Quando nos reunimos com outros servos do Senhor, temos o privilégio de adorar juntos e de estimular os irmãos espirituais na sua jornada: “Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima” (Hebreus 10:24-25).

Nosso progresso espiritual exige o esforço para mudar hábitos, a reeducação alimentar espiritual.

- por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2017 Karl Hennecke, USA