Share Button

Conforme Deus Ordenou

As graves falhas dos israelitas no Antigo Testamento servem para nos alertar sobre o perigo de rebeldia contra o Senhor. Dos maus exemplos deles, devemos aprender a evitar a cobiça, a idolatria, a imoralidade, a falta de fé e a ingratidão (1 Coríntios 10:6-13). Não devemos limitar o uso da história do Antigo Testamento aos exemplos negativos, pois encontramos nesses livros mais antigos excelentes exemplos de obediência e ricas instruções sobre o respeito para Deus.

Moisés e outros homens que temiam ao Senhor mostraram sua grande preocupação em seguir as suas orientações, chamadas de mandamentos, ordenanças, preceitos etc. Moisés foi elogiado como um homem fiel “em toda a casa de Deus” (Hebreus 3:2 e 5). Foi Moisés que orientou e supervisionou o trabalho de construir e mobiliar o tabernáculo que servia com templo móvel durante os anos que os israelitas peregrinavam no deserto. Mas a expressão “casa de Deus” é ainda mais abrangente, referindo-se à igreja de Deus, ou seja, ao povo que pertence ao Senhor. A fidelidade de Moisés incluía o trabalho nas instalações do santuário e a sua preocupação com o bem-estar das pessoas escolhidas e protegidas por Deus.

A característica mais notável dessa fidelidade foi o cuidado de seguir à risca as instruções de Deus. Mesmo gozando uma intimidade inédita com Deus (Deuteronômio 34:10), Moisés não alegava o direito de agir conforme suas próprias opiniões. Ele não seguia sua própria sabedoria, e sim as palavras reveladas pelo Senhor. Moisés ensinou as mesmas atitudes aos outros nas suas constantes exortações. Até os últimos dias da sua vida, esse homem ensinou o povo de Israel a fazer tudo conforme as ordens dadas pelo Senhor (Deuteronômio 12:14; 30:2,8,10). Se a nação escolhesse o caminho da obediência, teria a vida abençoada por Deus. Caso contrário, sofreriam a morte (Deuteronômio 30:15-20).

Devemos aprender da fidelidade de Moisés e aplicar seus princípios em nossa busca de Deus.

Não devemos nos desviar, nem para a direita nem para a esquerda (Deuteronômio 17:20). Qualquer desvio da vontade de Deus, seja por omissão ou acréscimo, demonstra desrespeito para com o Senhor.

Instruções dadas no passado a outras pessoas nem sempre servem para nós. Moisés deu instruções para os israelitas sobre as ordens que entrariam em vigor após a chegada da nação à terra prometida, e disse que não fariam como haviam feito no deserto: “Não procedereis em nada segundo estamos fazendo aqui” (Deuteronômio 12:8). O que Deus mandou e aceitou em um momento da história seria rejeitado em outro. Um dos maiores erros no mundo religioso hoje, mesmo entre pessoas que se denominam cristãos, é a confusão de instruções dadas para outras pessoas em outras circunstâncias. Podemos aprender da fé e obediência de Noé, mas Deus não mandou ninguém da nossa época a fazer uma arca e se preparar para um dilúvio. Devemos seguir as atitudes obedientes de Abraão, mas isso não exige uma mudança à terra da Palestina ou a circuncisão dos filhos. Aprendemos da obediência de hebreus fiéis, mas Deus não deu para os servos dos dias de hoje a obrigação de sacrificar animais, guardar o sábado, dar o dízimo ou evitar carne de porco. É uma distorção das Escrituras ensinar as pessoas que vivem sob o Evangelho a voltar para práticas da Lei dada aos israelitas: “De Cristo vos desligastes, vós que procurais justificar-vos na lei; da graça decaístes” (Gálatas 5:4). 

Normas culturais não determinam o que é aceitável a Deus. Moisés falou das práticas religiosas dos povos que habitavam a terra de Canaã antes da chegada de Israel e proibiu que os servos de Deus fizessem as mesmas coisas: “Não fareis assim para com o SENHOR, vosso Deus” (Deuteronômio 12:4). Os servos de Deus não determinam certo e errado na base da cultura ou de votações populares. É Deus quem define o que é certo.

Nossas preferências pessoais não servem como padrão. Moisés avisou do perigo de fazer “cada qual tudo o que bem parece aos olhos” (Deuteronômio 12:8). Outros autores reforçam o mesmo ensinamento (Provérbios 14:12; Jeremias 10:23). O que importa não é o que eu acho, e sim o que Deus fala!

Aprendemos lições importantes da vida e do ensinamento de Moisés.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA