Share Button

Odiar o Que Deus Odeia

Os motoristas brasileiros estão se acostumando com uma nova exigência do governo, aprendendo a acender os faróis dos seus veículos nas rodovias do país. Alguns concordam com o raciocínio de que essa nova medida aumenta a visibilidade e diminui os acidentes nas estradas. Outros se conformam à lei apenas para evitar a consequência de multas e pontos na carteira. Como é comum nos casos das leis humanas, as autoridades estão mais interessadas na obediência dos cidadãos do que nas suas opiniões sobre a lei. Guardas de trânsito vão multar os motoristas que não respeitam a medida, sem nem perguntar para os condutores sobre seus motivos por obedecer ou não lei.

Enquanto as Escrituras tratam das consequências da desobediência como um motivo para obedecer a Deus, o serviço dos fiéis vai muito além do desejo de evitar o castigo. Qualquer pessoa que lê a Bíblia encontrará trechos como estes:

“Considerai, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; mas, para contigo, a bondade de Deus, se nela permaneceres; doutra sorte, também tu serás cortado” (Romanos 11:22). 

“Ora, nós conhecemos aquele que disse: A mim pertence a vingança; eu retribuirei. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo. Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo” (Hebreus 10:30-31). 

Qualquer apresentação da mensagem do evangelho que omite o aspecto da punição divina é incompleta e até desonesta. Não podemos ensinar sobre o amor e a graça de Deus sem avisar sobre sua vingança e as promessas de castigo dirigidas aos malfeitores.

Mas Deus não deseja apenas a conformidade por medo de retribuição. Diferente dos governos humanos que apenas procuram controlar os sujeitos para manter a paz, o Rei dos reis deseja a concordância dos seus súditos.

Há dois lados fundamentais dessa concordância: o amor e o ódio.

O amor, em primeiro lugar, é pessoal. Deus nos ama tanto que sacrificou seu Filho para nos oferecer a salvação (João 3:16). Devemos retribuir esse amor (“Nós amamos porque ele nos amou primeiro” - 1 João 4:19), demonstrando o amor na nossa obediência às instruções divinas. Jesus disse: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra” (João 14:23).

Amar a Deus significa desenvolver as atitudes que caracterizam o perfeito e santo Criador. Deus nos ensina a amar o bem e a justiça, ou seja, amar as coisas que ele ama! Os seguidores do Senhor não apenas praticam a bondade, eles amam a misericórdia (Miqueias 6:8). Não é suficiente acreditar ou falar a verdade, devemos nos regozijar com a verdade (1 Coríntios 13:6). O maior dos Salmos fala em cada estrofe sobre a importância das palavras reveladas por Deus nas Escrituras, mostrando a veracidade das palavras do salmista quando ele diz: “Quanto amo a tua lei!” (Salmo 119:97) e “Aborreço a duplicidade, porém amo a tua lei” (Salmo 119:113).

Não é possível amar a palavra do Senhor e, ao mesmo tempo, amar a duplicidade e a injustiça. Adotar as perspectivas de Deus sobre o bem e o mal exige a nossa distinção ou julgamento para separar o certo do errado. O apóstolo Paulo escreveu: “...julgai todas as coisas, retende o que é bom; abstendo-vos de toda forma do mal” (1 Tessalonicenses 5:21-22). Devemos aborrecer o mal e amar o bem (Amós 5:15). Paulo disse: “Detestai o mal, apegando-vos ao bem” (Romanos 12:9). São dois lados da mesma moeda. Não posso amar a Deus e amar o bem sem detestar o mal. Por isso, Jesus elogiou a igreja em Éfeso porque odiavam a doutrina errada que ele odeia (Apocalipse 2:6).

Conheço muitos cristãos, e nunca ouvi nem sequer um deles afirmar seu ódio perfeito das coisas que Deus odeia, nem seu amor perfeito do bem. Todos nós somos imperfeitos, ainda buscando imitar a santidade de Deus. Mas vamos aceitar o desafio de cultivar as atitudes do Senhor para amar o bem e odiar o mal.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA