Share Button

Líderes Religiosos em Conflito com Deus

O apóstolo Pedro avisou sobre pessoas que deturpam as Escrituras para sua própria destruição. Ele disse: “Vós, pois, amados, prevenidos como estais de antemão, acautelai-vos; não suceda que, arrastados pelo erro desses insubordinados, descaiais da vossa própria firmeza” (2 Pedro 3:16-17). Lucas elogiou as pessoas que examinaram as Escrituras para confirmar a veracidade da mensagem pregada por Paulo e Silas (Atos 17:11). Esses mestres do evangelho refletiram nos seus ensinamentos a atitude exigida pelo próprio Senhor Jesus: “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores. Pelos seus frutos os conhecereis” (Mateus 7:15-16). Em outra ocasião, Jesus avisou sobre o “fermento dos fariseus e saduceus” e explicou que esse fermento que espalha e corrompe é o falso ensinamento desses líderes religiosos (Mateus 16:6-12).

Em todos esses casos, como em diversas outras advertências nas Escrituras, a responsabilidade do ouvinte é de verificar os ensinamentos pelo padrão da palavra já revelada. Quem introduzir outra doutrina, contradizendo a mensagem já pregada pelos apóstolos de Jesus, deve ser rejeitado (Gálatas 1:8-9; 2 João 9). Não importa a posição do mestre. Paulo disse que esses avisos se aplicam até quando se trata de mensagens de apóstolos ou até de anjos!

Homens influentes negavam a palavra do Senhor no Antigo Testamento. O embaixador da Assíria disse que Deus era impotente para proteger seu povo (2 Crônicas 32:14-17). Deus respondeu com a aniquilação do exército assírio em uma só noite. Hananias prometeu libertação do cativeiro do povo de Judá na Babilônia, usando uma ilustração fascinante para dizer que Deus traria livramento em dois anos. Aquele profeta não viveu mais dois anos, mas o cativeiro continuou por 70, exatamente como Deus havia dito (Jeremias 28:1-17; 25:11).

No Novo Testamento, que relata o ministério de Jesus e infância da sua igreja, os servos do Senhor enfrentavam frequentes desafios de pessoas que negavam as verdades reveladas. Adoradores de ídolos exaltavam suas divindades e rejeitavam o verdadeiro Deus (Atos 19:34). Entre os cristãos, surgiram falsos mestres que negavam a ressurreição de Jesus (1 Coríntios 15:12), e outros que procuravam acrescentar ao evangelho exigências que se aplicavam somente aos judeus sob a lei do Antigo Testamento (Gálatas 2:3-5; 5:1-4). Diversas outras heresias desafiaram a fé dos cristãos primitivos.

Precisamos ser criteriosos na avaliação de doutrinas ensinadas nos dias de hoje. Exemplos de líderes influentes que distorcem as Escrituras são abundantes. Não importa a posição da pessoa nem seus números de Ibope. Se o ensinamento contradiz a palavra de Deus revelada nas Escrituras, devemos permanecer na verdade das Escrituras e rejeitar o falso mestre.

Consideremos dois exemplos atuais que ilustram o mesmo espírito de engano.

Victoria Osteen é a mulher e cooperadora de Joel Osteen, um dos evangelistas “evangélicos” mais populares nos Estados Unidos, cuja influência se estende a muitos outros países. Esse casal recebe, por bons motivos, muitas críticas por suas distorções das Escrituras. Recentemente, Victoria tem pronunciado uma doutrina de exaltação da felicidade e dos interesses egoístas da pessoa, sugerindo que esse foco é mais importante do que a adoração dada ao Senhor! Jesus ensinou a autonegação (Marcos 8:34), e ela ensina a autorrealização!

Jorge Mario Bergoglio, melhor conhecido como “Papa Francisco”, tem sido fortemente criticado por católicos e outros por suas declarações doutrinárias baseadas em filosofias políticas e não nas Escrituras. Quando ele, ou qualquer outro homem, faz afirmações sobre casamento, divórcio, a pena de morte ou a salvação de pessoas que não creem em Jesus, devemos voltar às Escrituras e examinar o que Deus diz. Nenhum homem, mesmo um escolhido por uma instituição forte que representa milhões de pessoas, tem direito de criar suas próprias doutrinas e negar as palavras do Deus que nos criou.

Paulo, o apóstolo que escreveu quase a metade dos livros do Novo Testamento, disse: “...julgai todas as coisas, retende o que é bom; abstende-vos de toda forma de mal” (1 Tessalonicenses 5:21-22).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA