Share Button

Provas Milagrosas da Divindade de Jesus: Junto com o Pai no Sábado

Nas últimas fases do seu ministério terrestre, Jesus enfrentou crescente oposição dos líderes religiosos em Israel. Acompanhavam seu trabalho para pegá-lo em alguma falha, e assim o acusavam de blasfêmia, de insanidade, de ser endemoninhado e de ser filho “ilegítimo”. A acusação mais frequente, porém, foi de desrespeitar a lei do Antigo Testamento, especialmente em relação ao sábado.

Não é por acaso que um livro que trata de Jesus em relação aos detalhes do Antigo Testamento afirma: “foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado” (Hebreus 4:15). Jesus, “nascido sob a lei” (Gálatas 4:4), violou as interpretações tradicionais dos mandamentos do Antigo Testamento, mas não transgrediu a lei.

Um milagre realizado junto à piscina de Betesda em Jerusalém apresentou uma oportunidade perfeita para Jesus responder às críticas com uma afirmação que foi muito além do sábado. O registro está em João 5:1-18.

Um homem que sofria de uma enfermidade durante 38 anos esperava há muito tempo uma oportunidade de ser curado. Jesus lhe deu o que procurava, a cura imediata e total: “Então, lhe disse Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda. Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar” (João 5:8-9). O conflito surgiu por causa de um fato simples: “E aquele dia era sábado” (João 5:9). Como aconteceu várias outras vezes, os adversários não negaram a autenticidade do milagre, e sim, criticaram como uma suposta violação da lei do sábado.

Jesus tinha várias maneiras de responder à crítica, como observamos em outras ocasiões. Ele poderia mostrar que o que ele fez foi apenas uma violação das interpretações tradicionais, e não da lei em si, por não ser um esforço físico como contemplado no mandamento sobre o sábado. Poderia, se quisesse, sugerir que seria uma exceção humanitária à regra (Lucas 14:5-6). A abordagem de Jesus nessa ocasião, porém, foi outra. Seu argumento foi mais ofensivo do que o suposto desrespeito referente ao dia de sábado. Quando os judeus o perseguiam por ter realizado essa cura no sábado, ele disse: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também” (João 5:17).

Para apreciar o argumento de Jesus, precisamos lembrar da origem do sábado. Voltemos ao início do universo: “Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército. E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou, porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera” (Gênesis 2:1-3). Sabemos da participação de Jesus: “Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez” (João 1:2-3). Jesus estava junto com o Pai na criação, e descansou no sétimo dia da obra criadora.

Quem sustentou o universo no sétimo dia? Quem tem trabalhado todos os sábados desde o princípio a favor dos seres humanos que ele criou e ama?

Jesus respondeu: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também” (João 5:17). O sábado de Gênesis 2 não foi um dia de descanso total e de inatividade por parte do Criador. Deus (tanto o Pai como Jesus) descansou naquele dia da obra da criação. Não foi repouso total! Naquele sábado, e em todos os sábados desde então (além de todo domingo, segunda, terça, quarta, quinta e sexta-feira), Jesus e seu Pai têm trabalhado em prol dos homens. Ainda hoje, Jesus sustenta “todas as coisas pela palavra do seu poder” (Hebreus 1:3).

A cura do homem em Jerusalém foi apenas uma demonstração do amor e compaixão que Jesus estende aos homens todos os dias de todas as semanas. Ele nunca para de trabalhar a nosso favor. Até na obra maior da redenção, ele “...pode salvar totalmente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” (Hebreus 7:25).

Jesus agiu a favor de um homem no sábado, porque ele, sendo Deus, age a favor de todos os homens todos os dias.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA