Share Button

Peneiras Proibidas

A peneira deve ser contada entre as invenções mais úteis de toda a história. Pedreiros utilizam suas peneiras para tirar objetos indesejados da areia usada no concreto. Cozinheiras empregam peneiras para eliminar coisas que não querem nos alimentos. Alguns dos filtros que deixam funcionar corretamente o motor de um veículo são espécies de peneiras. Em aplicações práticas na indústria e na vida cotidiana, peneiras são extremamente úteis.

Tem uma área da vida, porém, onde o uso de peneiras é proibido. Quando estudamos a Bíblia, não temos o direito de filtrar as palavras de Deus pelas peneiras da sabedoria humana.

A tentação de usar nossas peneiras é enorme, pois encontramos nas Escrituras muitas coisas indesejadas, da perspectiva humana e carnal. Quantas vezes você já reparou com alguma história bíblica ou afirmação divina e pensou consigo: “Não, não aceito isso”?

As peneiras proibidas vêm em formatos e tamanhos diferentes.

Algumas delas são formadas de pensamentos arrogantes e rebeldes. Como a criança desobediente que procura se livrar da autoridade dos pais, adultos teimosos reagem contra a noção de submissão ao Pai celestial. Essas pessoas enxergam as instruções divinas como restrições que estragam o prazer na vida e tiram seus direitos egoístas. Davi descreveu a atitude quando profetizou sobre a rejeição do Cristo: “Os reis da terra se levantam, e os príncipes conspiram contra o SENHOR e contra o seu Ungido, dizendo: Rompamos os seus laços e sacudamos de nós as suas algemas” (Salmo 2:2-3). Do rei do Egito (Êxodo 5:2) ao embaixador babilônico (Isaías 36:7,15,18,20) à terrível besta do mar (Apocalipse 13:4), os arrogantes têm blasfemado e se exaltado, mas Deus se mostra superior a todos. A eliminação dessa peneira exige humildade!

Outras peneiras vêm na forma de simples ignorância. Por não conhecer as Escrituras, a pessoa não compreende verdades reveladas por Deus. Recentemente, ouvi a pergunta de uma criança, ao observar o comportamento injusto de uma pessoa que maltratava outros: “Será que Deus castiga as pessoas?”. Qualquer adulto que lê e respeita a Bíblia teria uma reposta imediata e positiva, mas a criança, na sua ignorância, não teve esse conceito da santidade do Senhor. Como todos nós devemos estar no processo de aperfeiçoar o nosso entendimento de Deus, estamos sujeitos a essa tendência de limitar o Senhor por causa da nossa ignorância. Paulo classificou as limitações da filosofia tão valorizada pelos gregos como a ignorância de criar e definir deuses sem conhecer o Único e Verdadeiro (Atos 17:22-30). Para acabar com essa peneira, precisamos estudar e aceitar a mensagem das Escrituras.

Algumas das piores peneiras são aquelas fabricadas por pessoas que estudam as Escrituras, mas decidem aceitar alguns fatos e rejeitar outros. O mundo religioso atual ilustra bem a existência e os efeitos dessas peneiras. Não contentes em aceitar as afirmações de Deus sobre quem ele é, o que ele faz e o que ele quer de nós, homens filtram as palavras de Deus conforme seu próprio entendimento. Um enfatiza a ira de Deus e não deixa espaço pela graça. Outro vê a misericórdia e o amor e nega a santidade e a vingança. Outro enfatiza a soberania de Deus ao ponto de negar seus próprios ensinamentos sobre o livre arbítrio do homem. Quando refletimos sobre a grandeza das obras de Deus (olhe para as estrelas ou para a complexidade de uma célula do corpo humano), como poderíamos imaginar que o próprio Senhor seria compreensível pelo raciocínio humano? O meu cérebro é pequeno demais para entender o infinito Criador! Da mesma maneira, eu luto com o desafio de aceitar (não digo compreender) as afirmações sobre o amor e a santidade de Deus, dificílimas para entender de maneira equilibrada. A minha dificuldade, porém, não justificaria a rejeição de nenhuma verdade pronunciada por Deus. Não preciso entender como funciona o motor de um carro para dirigir, e não precisa entender tudo que Deus faz para lhe obedecer. Ele disse: “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos..., porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos” (Isaías 55:8-9).

Quando estudamos a palavra de Deus, devemos nos esforçar para jogar fora as nossas peneiras!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA