Share Button

Os Adoradores Não Descansam

Muitos interpretam o livro de Apocalipse de uma maneira sensacionalista e especulativa, ignorando completamente seu contexto histórico e as afirmações do próprio Senhor Jesus sobre sua relevância na vida dos cristãos primitivos. Outros consideram o livro, cheio de simbolismo e drama, tão difícil que evitam estudá-lo, dando preferência para os livros mais facilmente compreendidos. Ambas as abordagens levam à mesma consequência triste. Tanto o leitor especulativo como o negligente perdem algumas mensagens edificantes. Não precisamos de uma compreensão perfeita e completa para apreciar as mensagens do Apocalipse sobre a adoração.

Os adoradores não descansam! Em Apocalipse capítulo quatro, João foi convidado a ver coisas no céu. Ao redor de um trono magnífico, ele viu adoradores: 24 anciãos que representam o povo de Deus e quatro seres viventes com características parecidas com os serafins e querubins descritos por profetas do Antigo Testamento. Depois de descrever a aparência desses seres viventes, ele comenta: “não têm descanso, nem de dia nem de noite, proclamando, Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, que é e que há de vir” (Apocalipse 4:8). Uma outra cena, no capítulo cinco, reforça esse entendimento da adoração incessante que envolve milhões e milhões de adoradores em um coro seguido por outro, sem fim. Os adoradores não descansam!

Essas cenas servem para aperfeiçoar nosso entendimento da esperança eterna. Noções populares do céu como lugar de lazer ou até de romance distorcem completamente o foco. Embora encontremos nas Escrituras referências a coroas e tronos dos redimidos que reinam eternamente com Cristo, o foco está em Deus, não nas criaturas! Ele merece e recebe a adoração das suas criaturas. O céu é um lugar de eterno louvor, sem descanso.

Mas, o céu não é lugar de descanso? O autor de Hebreus falou de “um repouso para o povo de Deus” e disse que devemos nos esforçar para entrar naquele descanso de Deus, o lugar onde Jesus está na presença do Pai depois de cumprir sua missão aqui na terra (Hebreus 4:9-11).

O que percebemos no estudo das Escrituras é que descanso não significa inatividade, nem ausência de esforço ou trabalho. Aqueles que morrem no Senhor descansam de suas fadigas (Apocalipse 14:13). O homem trabalhava e servia a Deus antes do pecado (Gênesis 2:15), mas começou a sentir fadigas, o aspecto penoso do trabalho, em consequência do pecado (Gênesis 3:17-19). O servo de Deus continua servindo, e dará louvor para seu Criador e Redentor por toda a eternidade. O privilégio de estar na presença de Deus, adorando ao Senhor ao redor do seu trono, é o descanso eterno que o cristão almeja.

Esse descanso aguarda os redimidos, aqueles que foram libertados do pecado pelo sangue de Jesus Cristo (Apocalipse 1:5-6). Como fica, então, a situação das pessoas que não buscam a salvação em Cristo, que preferem continuar vivendo no pecado e servindo aos seus desejos carnais? No Apocalipse, esses são representados como adoradores da besta, os que habitam sobre a terra (ou seja, aqueles que mantêm seu foco nas coisas terrestres e não nas celestiais). Logo antes de uma voz do céu falar do descanso dos fiéis, um anjo anuncia o destino dos adoradores da besta: “A fumaça do seu tormento sobe pelos séculos dos séculos, e não têm descanso algum, nem de dia nem de noite, os adoradores da besta...” (Apocalipse 14:11).

O que aprendemos? Os verdadeiros adoradores de Deus (João 4:23-24) terão o prazer de ficar próximo do seu trono e louvar ao seu Senhor para sempre. Não terão descanso da adoração, e sim do trabalho penoso e da angústia causada pelo pecado. Esse é o descanso que desejam e receberão, porque o sangue de Jesus os libertou dos seus pecados.

Muitos, porém, não buscam e não aceitam a libertação em Jesus. Esses nunca terão descanso. Quem decide servir ao pecado se submete à iniquidade (Romanos 6:12-13) e continuará o trabalho penoso de servir sem descanso (Apocalipse 14:11).

Servir ao Senhor é descansar! Jesus disse: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma” (Mateus 11:29).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA