Share Button

Palavras Sábias no Momento Certo

Como criaturas de Deus, que realiza suas grandes obras pelo poder da sua palavra, devemos apreciar o poder das nossas próprias línguas. Encontramos na Bíblia muitas orientações práticas sobre o uso adequado das palavras. Há advertências sobre perigos e abusos a serem evitados, e muitas instruções sobre o valor de palavras boas e sábias faladas em horas oportunas. Salomão, o sábio terceiro rei de Israel, disse: “Como maças de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo” (Provérbios 25:11). Uma palavra sábia, bem escolhida e falada no momento certo é uma apresentação bela e agradável.

Há momentos para falar, e ocasiões nas quais é melhor segurar a língua. Entre os vários “tempos” da vida estão “tempo de estar calado e tempo de falar” (Eclesiastes 3:7). Algumas pessoas se gabam da sua própria falta de domínio, especialmente com justificativas que escondem sua crueldade atrás de uma máscara erroneamente identificada como sinceridade. Falar tudo que pensamos não demonstra caráter. “O que guarda a boca e a língua guarda a sua alma das angústias” (Provérbios 21:23). Não há virtude em usar as nossas palavras para rebaixar e destruir outras pessoas, mesmo quando elas nos tratam mal.

Consideremos algumas dicas práticas das Escrituras:

Ouvir antes de falar. “Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar” (Tiago 1:19). Quando reagimos precipitadamente, antes de entender os fatos, erramos. “Responder antes de ouvir é estultícia e vergonha” (Provérbios 18:13). Quantos conflitos poderiam ser evitados se todos esperassem para compreender situações antes de julgar e reagir contra os outros? Josué capítulo 22 relata a história de como o povo de Israel evitou uma guerra porque homens sábios fizeram questão de ouvir antes de agir.

Falar para edificar. Paulo juntou instruções negativas e positivas no mesmo texto quando escreveu: “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem” (Efésios 4:29). Do aspecto negativo, evitemos palavras sujas, vergonhosas e desonestas. Positivamente, ele nos orienta a usar palavras edificantes e necessárias na ocasião, palavras que demonstram bondade.

Evitar fofoca. Não devemos ser a fonte de palavras difamadoras, mas também não devemos ouvi-las! “O mexeriqueiro revela o segredo, portanto, não te metas com quem muito abre os lábios” (Provérbios 20:19). Paulo inclui difamadores e caluniadores entre os pecadores que negam o próprio Senhor (Romanos 1:29-30). Em outra carta, ele escreveu: “Evita, igualmente, falatórios inúteis e profanos, pois os que deles usam passarão à impiedade ainda maior” (2 Timóteo 2:16).

Eliminar mentiras. Apesar das tendências de muitas pessoas a justificar algumas mentiras, pelo menos as “mentirinhas”, a palavra de Deus é clara sobre a questão. “Os lábios mentirosos são abomináveis ao SENHOR, mas os que agem fielmente são o seu prazer” (Provérbios 12:22). Paulo proibiu mentiras na vida do cristão (Colossenses 3:9; Efésios 4:25). Os mentirosos estão entre as pessoas que serão banidas da presença de Deus por toda a eternidade (Apocalipse 21:8).

Escolher as palavras certas em cada ocasião. Momentos alegres são ocasiões para cantar, enquanto outras ocasiões pedem palavras de compaixão e oração (Tiago 5:13; Provérbios 25:20). Devemos ser sensíveis às necessidades dos outros em nossa escolha de palavras.

Falar conforme a sabedoria da palavra de Deus. Devemos treinar nossas línguas conforme os exemplos e os ensinamentos da Bíblia e aprender a falar “de acordo com os oráculos de Deus” (1 Pedro 4:11). Tempo investido na leitura das Escrituras nos prepara com as palavras certas.

As palavras que falamos têm tremenda importância e impacto eterno. Jesus disse: “Digo-vos que de toda palavra frívola que proferirem os homens, dela darão conta no Dia do Juízo; porque, pelas tuas palavras, serás justificado e, pelas tuas palavras, serás condenado” (Mateus 12:36-37). Falemos com sabedoria!

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA