Share Button

Moisés: Preparações Feitas em Três Períodos de Quarenta Anos

É impossível estudar a Bíblia sem se deparar com o número quarenta. Em vários casos, esse número representa um período de preparação. A vida de Moisés, um dos personagens mais importantes do Antigo Testamento, se divide em três períodos de quarenta anos, cada um representando a preparação para algo importante.

Moisés teve quarenta anos para ver a necessidade dos israelitas. Ele foi hebreu por nascimento e uma mistura de hebreu e egípcio por criação. Como filho de pais israelitas, ele foi protegido pelos pais do decreto de infanticídio obrigatório que vigorava sobre esse povo oprimido. O bebê foi encontrado por uma princesa egípcia que acabou contratando a mãe no menino para criá-lo. Dessa maneira, ele recebeu a educação dos dois lados, conhecendo o legado dos descendentes de Abraão, Isaque e Jacó e sendo instruído na ciência e política dos egípcios. Aos 40 anos de idade, Moisés foi visitar seus parentes escravos e agiu para defender um israelita maltratado (Atos 7:23-29). Ele viu a necessidade de agir para salvar os hebreus, mas eles não entendiam que seria esse homem agindo dessa maneira. Ele fugiu do Egito para escapar da ira do rei.

Moisés teve mais quarenta anos de preparação para conduzir os israelitas à liberdade (Atos 7:30). Durante o segundo período da sua vida, ele trabalhou como pastor do rebanho do seu sogro. Durante esse tempo, Moisés se tornou pai de dois filhos. Das informações relatadas na Bíblia, foi principalmente por meio dessas experiências profissionais e familiares que Deus preparou Moisés para conduzir seu povo. Há valor no estudo e no preparo acadêmico, mas não devemos desprezar o aprendizado prático. Jovens têm papeis importantes na obra do Senhor (Timóteo é um excelente exemplo disso – 1 Timóteo 4:12), mas há uma ênfase notável nas Escrituras na sabedoria, maturidade e capacidade adquiridas com anos de experiência. Roboão errou terrivelmente quando confiou no mau conselho dos jovens e desprezou os mais velhos (2 Crônicas 10:1-15). Uma das palavras usadas na Bíblia para identificar os líderes nas igrejas é presbítero, que significa ancião, e as qualificações desses homens incluem a experiência familiar do casamento e da criação de filhos (Tito 1:5-6; 1 Timóteo 3:1-5). Deus especificamente proíbe a eleição de recém-convertidos a essa posição de responsabilidade (1 Timóteo 3:6). A função de Moisés como pastor de ovelhas foi um preparo importante, também. Dois dos maiores líderes em Israel, Moisés e Davi, serviam como pastores antes de assumir a responsabilidade de conduzir as pessoas. No Novo Testamento, Jesus é identificado como o bom e supremo pastor (João 10:11; 1 Pedro 5:4), e os homens qualificados e escolhidos para servir como presbíteros pastoreiam a igreja do Senhor (Atos 20:17,28).

Moisés teve quarenta anos para preparar os israelitas no seu serviço a Deus. Um homem de 80 anos de idade confrontou o rei mais poderoso do mundo, o Faraó do Egito, e serviu como instrumento de Deus para libertar os hebreus da sua escravidão. Se aquele povo tivesse se mostrado obediente e confiante em Deus, talvez o trabalho de Moisés poderia ter terminado logo em seguida com a chegada à terra prometida, Canaã. Mas os escravos libertados não mostraram confiança em Deus, e este lhes sentenciou a 40 anos no deserto antes de poderem entrar na terra. O que Moisés fez com uma multidão (talvez uns três milhões de pessoas) estagnadas no deserto por quarenta anos? Ele ensinou a palavra de Deus. Logo depois de Deus deixar bem claro que aquela geração não entraria em Canaã, Moisés começou a ensinar sobre o procedimento necessário quando a próxima geração chegaria à terra (Números 15:1 em diante). Até os últimos dias da sua vida, relatados no livro de Deuteronômio, Moisés se dedicou ao ensinamento do povo. Um dos últimos discursos desse grande líder encerrou com um desafio para escolherem bem seu caminho e seu destino: “Vê que proponho, hoje, a vida e o bem, a morte e o mal; se guardares o mandamento que hoje te ordeno, que ames o SENHOR, teu Deus, andes nos seus caminhos, e guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, então, viverás e te multiplicarás, e o SENHOR, teu Deus, te abençoará na terra à qual passas para possuí-la. Porém, se o teu coração se desviar, e não quiseres dar ouvidos, e fores seduzido, e te inclinares a outros deuses e os servires, então, hoje, te declaro que, certamente, perecerás” (Deuteronômio 30:15-18).

A vida de Moisés, dividida em três partes iguais de quarenta anos cada, nos ensina sobre a importância de nos preparar para o serviço que Deus deseja de nós.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA