Share Button

Como Deus se Apresenta

Moisés e os israelitas que o acompanhavam tiveram vários encontros com Deus. Quando Moisés pastoreava o rebanho do seu sogro na terra de Midiã, Deus apareceu em um arbusto que estava em chamas, mas que não foi consumido pelo fogo (Êxodo 3:1-6). Moisés demonstrou sua reverência em não olhar para Deus, mas o Senhor também não se mostrou em forma corporal.

Nas pragas no Egito, no milagre no Mar Vermelho, na aparição no monte Sinai e várias outras vezes, Deus se manifestou para os israelitas antes de Moisés falar estas palavras:

“Guardai, pois, cuidadosamente, a vossa alma, pois aparência nenhuma vistes no dia em que o SENHOR, vosso Deus, vos falou em Horebe, no meio do fogo; para que não vos corrompais e vos façais alguma imagem esculpida na forma de ídolo, semelhança de homem ou de mulher, semelhança de algum animal que há na terra, semelhança de algum volátil que voa pelos céus, semelhança de algum animal que rasteja sobre a terra, semelhança de algum peixe que há nas águas debaixo da terra. Guarda-te não levantes os olhos para os céus e, vendo o sol, a lua e as estrelas, a saber, todo o exército dos céus, sejas seduzido a inclinar-te perante eles e dês culto àqueles, coisas que o SENHOR, teu Deus, repartiu a todos os povos debaixo de todos os céus” (Deuteronômio 4:15-19).

Representar Deus por uma imagem esculpida, ou pensando em Deus como qualquer das suas criaturas – seja terrestre ou celestial – seria um desrespeito fundamental para com o Criador. É um ponto de contraste importante entre a mensagem das Escrituras e as religiões pagãs.

Deus não se mostrou em forma física, porque ele é espírito. Jesus frisou esse fato quando falou da verdadeira natureza da adoração que Deus deseja de nós: “Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade” (João 4:23-24).

Mesmo quando pensamos em Jesus Cristo devemos entender que é espírito. Ele fez carne e habitou em forma humana por algumas décadas (João 1:14; Hebreus 2:9). Mas a presença de Jesus em forma humana foi um aspecto temporário do seu trabalho. Ele já existia eternamente (João 1:1) e, depois da sua morte e ressurreição, voltou à presença do Pai no céu (Hebreus 1:3).

A idolatria, claramente proibida no Antigo Testamento, continua sendo abominável para Deus no Novo Testamento. João escreveu: “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos” (1 João 5:21). Paulo incluiu a idolatria em uma lista de coisas detestáveis que impedem a participação no reino do Senhor e instruiu os cristãos a fugirem dessa ofensa contra o Criador (1 Coríntios 6:9-10; 10:14).

Uma vez que o homem foi feito à imagem e semelhança de Deus (Gênesis 1:26-27), um conceito errado de Deus também leva a atitudes erradas sobre os próprios seres humanos. Reverência para com o Criador e sua palavra sobre a nossa existência exige respeito para com os outros seres humanos, pois a vida humana ocupa uma posição privilegiada no eterno plano do eterno Deus.

Quando Deus deu permissão para comer a carne de animais, ele especificamente proibiu o homicídio, “porque Deus fez o homem segundo a sua imagem” (Gênesis 9:6). Esse princípio consagra a vida humana e serve como base da oposição dos cristãos a qualquer ato que desvaloriza ou destrói a vida humana, seja homicídio, aborto, suicídio etc.

Desonrar o Criador abre a porta para outros desvios do plano que ele fez para com os seres humanos. Demonstrações de malícia, calúnias, perversões sexuais e falta de compaixão para com os outros são sintomas dessa perspectiva errada sobre Deus (Romanos 1:20-32). Quando honramos e servimos a Deus, necessariamente tratamos os outros com respeito. Esse vínculo inegável aparece quando Jesus define os dois principais mandamentos: amar a Deus e amar o próximo (Mateus 22:37-40).

Deus merece adoração em espírito e em verdade, e as pessoas criadas à sua imagem merecem ser respeitadas e valorizadas.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA