Share Button

Mudança de Sede

Nos primeiros meses do seu ministério, Jesus visitou Jerusalém e passou pela região da Samaria na sua volta para casa na Galileia. Samaria foi ocupada por um povo menosprezado pelos judeus que se consideravam mais puros, especialmente os habitantes da Judeia. Quando Jesus parou para tomar água e iniciou uma conversa com uma mulher samaritana, ela ficou surpresa. A conversa do Mestre com essa mulher é rica e cheia de lições importantes, mas quero neste artigo considerar um ponto específico.

Depois de perceber que Jesus era uma fonte de respostas espirituais, a mulher citou um conflito antigo, implicitamente perguntando sobre a posição de Jesus: “Nossos pais adoravam neste monte; vós, entretanto, dizeis que em Jerusalém é o lugar onde se deve adorar” (João 4:20). A dúvida da mulher estava enraizada em séculos da história dos descendentes de Abraão. Aquele patriarca, ao entrar na terra de Canaã, havia adorado a Deus perto do local da conversa entre Jesus e a mulher (Gênesis 12:8). Séculos depois, quando os israelitas estavam chegando à mesma terra, Deus anunciou que escolheria um lugar exclusivo para a prática de determinados atos de adoração (Deuteronômio 12:5-14). Quase mil anos depois de Abraão, Davi fez os preparos e seu filho, Salomão, edificou o templo do Senhor em Jerusalém, o lugar designado por Deus. 

Depois da morte de Salomão, Jeroboão preparou outros locais de adoração no território do reino que seria conhecido depois como Samaria (1 Reis 12:26-33). Apesar das repetidas repreensões dadas por Deus, o povo de Israel defendeu sua prática de adoração errada nos lugares errados. A questão não foi resolvida na mente daquela mulher samaritana até o dia que ela conheceu Jesus.

A resposta de Jesus trata da realidade daquela época e das intenções divinas para todos os seres humanos, até aos dias de hoje.

Sobre a realidade daquele momento, Jesus disse: “Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus” (João 4:22). Conforme a lei que Deus deu para governar os judeus entre a saída do Egito e a vinda do reino messiânico, Jerusalém, a sede da religião dos judeus, foi o local correto para oferecer sacrifícios. Os samaritanos estavam errados.

Mas a situação mudaria logo. Jesus continuou sua resposta: “Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade” (João 4:23-24). 

Jeroboão errou quando mudou a sede religiosa, mas Jesus mesmo mudaria a sede para sempre. No reino de Cristo, o “local” de adoração não seria definido geograficamente. Na Nova Aliança que governa o serviço ao Senhor desde a época dos apóstolos, não há sede física definida por Deus: nem Jerusalém, nem Constantinopla, nem Roma. A divulgação do evangelho, que começou em Jerusalém (Atos 2), continua sem restrições de fronteiras determinadas por homens. A adoração a Deus se centraliza no coração dos seguidores, não em algum templo feito por mãos.

Isso não significa, porém, a liberdade do homem a adorar conforme seus próprios desejos. Jesus disse que Deus deve ser adorado “em espírito e em verdade” (João 4:24). Com essas palavras, ele destaca dois elementos da adoração agradável a Deus: um aspecto divino e um aspecto humano. Devemos adorar de acordo com a palavra revelada por Deus, pois somente ele pode revelar suas expectativas aos homens. O Novo Testamento nos ensina como adorar ao Senhor. E devemos adorar com sinceridade de coração. A adoração verdadeira não é a participação mecânica de ritos sem sentido, e sim a honra dada a Deus de um coração dedicado a ele.

A questão não é uma escolha entre Samaria, Jerusalém e Roma. Deus merece a verdadeira adoração que vem de corações sinceros.

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA