Share Button
Depois das Eleições

As eleições acabaram. O povo escolheu sua preferência para a direção do governo. Algumas pessoas vão passar os próximos dias ou anos reclamando, criticando e lamentando a decisão. A maioria dos participantes do processo eleitoral está festejando.

Nas Escrituras, servos de Deus participaram dos governos de várias nações. José foi um ministro importante no Egito (Gênesis 41:39-44). Ester se tornou rainha da Pérsia, e Mordecai foi colocado como o segundo mais poderoso no mesmo reino (Ester 2:17; 10:3). Daniel exerceu funções de autoridade nas cortes dos imperadores de dois reinos, e outros judeus foram postos como ministros no governo da Babilônia (Daniel 2:48-49; 6:1-2). No Novo Testamento, vários personagens serviam em posições de autoridade governamental antes da sua conversão a Cristo. Erasto, tesoureiro da cidade de Corinto, foi incluído na lista de irmãos citados numa epístola de Paulo (Romanos 16:23). A referência aos “da casa de César” (Filipenses 4:22) pode indicar que algumas pessoas que serviam no governo de César foram convertidas a Cristo.

Seguidores de Jesus que não participam ativamente do governo do seu país ainda devem seguir as orientações bíblicas em seu procedimento referente às autoridades civis. Enquanto as pessoas específicas que governam podem ser escolhidas pelos cidadãos, o princípio de governo vem do Senhor e deve ser respeitado por todos nós: “Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas” (Romanos 13:1). Em outra epístola, Paulo acrescentou: “Lembra-lhes que se sujeitem aos que governam, às autoridades” (Tito 3:1). Pedro ensinou os mesmos princípios (1 Pedro 2:13-17).

Além da sujeição à autoridade governamental, os cristãos têm outra responsabilidade referente às pessoas investidas de poder. Devemos orar “em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito” (1 Timóteo 2:2). As leis da maioria dos países permitem críticas abertas ao governo, mas a lei de Cristo exige orações a favor dos governantes!

Muitos seguidores de Cristo mostram sua angústia quando governos tomam decisões que ferem princípios morais e éticos ensinados nas Escrituras, ou quando suas políticas ameaçam liberdades religiosas. É certo sentir, como o justo Ló, “afligido pelo procedimento libertino daqueles insubordinados” (2 Pedro 2:7). É errado, porém, ser dominado por esta angústia, pois “o Senhor sabe livrar da provação os piedosos” (2 Pedro 2:9). A pessoa que confia em Deus não precisa ser derrotada por causa das decisões dos homens, mesmo dos mais poderosos.

É preciso lembrar que o mesmo que reinava ontem reina hoje, e estará reinando cada dia que andamos sobre a Terra. Deus continua sendo o “único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores” (1 Timóteo 6:15). E mesmo quando líderes arrogantes se exaltam e mostram sua falta de respeito para com Deus, “o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens” (Daniel 4:32).

Agora, está na hora dos cristãos voltarem ao seu trabalho da divulgação do evangelho (1 Timóteo 2:3-4,8; 2 Timóteo 2:2), mantendo a perspectiva eterna e a esperança de habitar na pátria celestial (Filipenses 3:20). Não foquemos as coisas desta vida (2 Timóteo 2:3-4).

Recebemos algumas ordens importantes: “Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos. Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor. Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus. Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será convosco” (Filipenses 4:4-9).

Vamos ser obedientes ao Supremo Rei!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA