Share Button

O Dia da Adoção

Escrevo hoje pensando no significado da data. Há exatamente 25 anos, a minha família compareceu num fórum para finalizar um processo legal de adoção. Um menino que já vivia sob nossa guarda passou a ser, oficialmente, membro da família. Ele é nosso filho e irmão das nossas duas filhas mais velhas. Agora, 25 anos depois, ele é, também, marido da nossa nora e pai de dois dos nossos netos.

A experiência de adoção em nossa família, como em milhões de outras, ajuda a compreender algumas ideias ensinadas na Bíblia, onde pessoas comuns ingressam na família de Deus, sendo adotadas pelo próprio Senhor. O apóstolo Paulo frisou a diferença entre servos e filhos, mostrando que estes gozam de privilégios não oferecidos àqueles: “Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai” (Romanos 8:15). Pensemos em algumas implicações desse ensinamento confortante.

Quem não era filho passa a ser. O apóstolo Pedro empregou a linguagem do profeta Oseias para enfatizar a posição privilegiada dos redimidos em Cristo: “vós, sim, que, antes, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia” (1 Pedro 2:10). Da mesma maneira que Oseias adotou filhos que nasceram em consequência da infidelidade da sua mulher, Deus adota como filhos pessoas que foram infiéis e rebeldes contra ele (como é o caso de todos nós – Romanos 3:23).

A adoção é realizada por meio de Jesus, o principal Filho de Deus. Paulo diz que o Senhor predeterminou seu plano para nos oferecer a salvação em Cristo: “nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade” (Efésios 1:5).

O filho adotado tem intimidade com seu Pai e encontra segurança nesse relacionamento. A palavra hebraica “Aba” (Romanos 8:15) vem da língua dos caldeus. Ela enfatiza a relação de dependência do filho, algo parecido com a palavra portuguesa “papai”. Uma vez aceitos na família de Deus, temos o privilégio de chamar o Rei do Universo de “papai” e de fazer nossas petições a ele em oração.

Os filhos adotados se tornam primogênitos. Da maneira literal que geralmente usamos a palavra primogênito, cada família teria um só. Normalmente pensamos sobre o primeiro a nascer. Na Bíblia, porém, essa palavra é usada várias vezes para descrever a exaltação a uma posição de honra sobre outros. Israel não foi a primeira nação a existir, mas foi exaltada por Deus acima das outras e, por isso, chamado de primogênito de Deus (Êxodo 4:22). Jesus não foi criado, pois ele é eterno, mas foi exaltado pelo Pai e, por isso, chamado de primogênito (Colossenses 1:15; Hebreus 1:6). As pessoas que pertencem a Jesus são descritas como a “igreja dos primogênitos arrolados nos céus” (Hebreus 12:23). Primogênitos antigamente recebiam uma herança especial dos pais, e cristãos recebem, como herança, a vida eterna no céu (1 Pedro 1:4). Mas devemos lembrar mais um fato sobre os primogênitos do Antigo Testamento: foram especialmente dedicados ao Senhor, passando a ser propriedade exclusiva de Deus (Êxodo 13:2). Os seguidores de Cristo são consagrados para pertencer exclusivamente ao Senhor (1 Pedro 2:9).

Quando meu filho foi adotado, ele passou a ser membro de uma família comum e morar em uma casa simples. Os pais e irmãs dele foram (e ainda são!) pessoas imperfeitas. E, sendo realista, ele não tem expectativa de receber uma grande herança material!

Mas quando nosso Pai celeste nos adota, passamos a ser membros de uma família eterna que habita no próprio Senhor. Os irmãos espirituais ainda são pessoas imperfeitas, mas o Pai e o Irmão mais velho (Jesus) são absolutamente perfeitos. E ganhamos a promessa da herança eterna, de poder permanecer na presença de Deus para toda a eternidade!

Se você ainda não é filho de Deus, precisa buscá-lo com urgência. Que privilégio é receber a adoção de filhos!

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA