Share Button

Marido Sacrifica Vida para Salvar sua Mulher

Don Lansaw foi o herói na vida da sua mulher, Bethany. Em 22 de maio de 2011, Bethany sobreviveu a um tornado que destruiu sua casa em Joplin, Missouri, EUA. Ela se deitou com um travesseiro protegendo seu rosto, e seu marido, Don, deitou em cima dela para protegê-la dos detritos que voavam por todos os lados no temporal violento. Quando o vento passou, Bethany estava bem, mas o marido morreu em poucos minutos; seu corpo foi perfurado pelos objetos jogados pelo tornado.

Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, escreveu: “Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito. Assim também os maridos devem amar a sua mulher como ao próprio corpo. Quem ama a esposa a si mesmo se ama” (Efésios 5:25-28).

Homens casados devem aprender lições importantes desses ensinamentos. Jesus morreu na cruz para salvar a igreja, as pessoas que se convertem a ele. Há raras ocasiões nas quais um homem sacrifica a vida para salvar sua mulher, como Don Lansaw fez, mas vamos usar a história dele para apreciar melhor a nossa responsabilidade familiar. Quando ele morreu, aos 31 anos de idade, o que este homem sacrificou por sua mulher? Conforme estatísticas, ele provavelmente teria vivido mais 40 a 50 anos, ou seja, sacrificou essas décadas de vida para salvar a sua mulher.

A maioria dos homens já imaginou uma situação dessas, um momento decisivo em que poderia mostrar coragem e sacrificar sua própria vida para salvar a mulher. Muitos de nós pensamos que faríamos a mesma coisa que Don Lansaw fez, e tal ato certamente seria corretamente visto como um gesto heroico. Pode ser que você morreria para salvar a sua mulher, mas como responde a uma outra pergunta: viveria por ela? Faria um sacrifício prático de se dedicar a ela ao longo de 40 ou 50 anos ou mais? O amor de Jesus para com a igreja não se limita ao ato corajoso e importante de morrer na cruz. Sem diminuir a importância desse sacrifício, devemos lembrar das outras maneiras que Jesus demonstrou seu amor pela igreja.

Jesus abriu mão da sua posição de imenso poder para amar a igreja (Filipenses 2:5-8). Desceu do céu e deixou a sua glória como eterno Criador para servir às suas criaturas aqui na Terra. Quantos homens estariam dispostos a sacrificar suas carreiras e suas posições sociais para o bem da mulher? Pode ser que os avanços profissionais do homem causem prejuízos para a mulher. Aceitaria um emprego que pague menos para ter uma vida mais simples? Faria sacrifício para o bem da sua mulher?

Jesus amou pessoas difíceis, seus próprios discípulos (João 13:1). Alguns dos apóstolos mostraram personalidades muito complicadas. Dois deles receberam o apelido de “filhos do trovão” (Marcos 3:17). Outros vieram de posições políticas opostas, pois Mateus era servidor público num governo que o partido de Simão detestava (Mateus 10:3-4). Pedro era impetuoso, frequentemente falando antes de pensar. Cada discípulo teve suas próprias características, mas Jesus amou todos! Algumas mulheres são complicadas, mas esse fato não justifica a negligência nem a desistência por parte do marido.

Jesus se humilhou para fazer o serviço dos seus subordinados (João 13:4-5): o Mestre lavou os pés dos discípulos! Enquanto as Escrituras ensinam distinções entre os papéis de homens e mulheres, e mostram que a mulher deve cuidar de responsabilidades domésticas (Tito 2:5; 1 Timóteo 5:14), isso não impede que o homem ajude nas tarefas de lavar louças, passar roupa etc. Você faz sua parte e mostra humildade para servir sua mulher e seus filhos?

Em termos espirituais, Jesus agiu para proteger e salvar a igreja (João 17:12). Ele deixou um bom exemplo e abertamente ensinou sobre Deus (João 17:19,26). Cabe aos homens conduzir a família, dando-lhe um bom exemplo de santidade e instruindo sobre Deus. Você está ativamente conduzindo a sua família no caminho que leva à vida eterna com o Senhor?

Amar a mulher como Cristo amou a igreja exige muito mais do que um momento de coragem; exige uma vida de sacrifício!

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA