Share Button

O Cristianismo sob Ataque

O título deste artigo pode não ser surpreendente. O foco, porém, pode ser bem diferente do que a maioria dos leitores imaginaria.

O que os cristãos do século XXI mais temem? Qual força no mundo atual seria a mais assustadora para as pessoas que se identificam como adeptas à fé cristã? A maior ameaça vem da violência dos islamistas radicais? O cristianismo enfrenta extinção iminente por causa das decisões de políticos que não respeitam os princípios morais das Escrituras?

A fé em Jesus Cristo não será vencida nem extinta por guerras, ataques terroristas e nem pelas blasfêmias contra o Senhor por parte de líderes governamentais. Tais coisas podem ser influências negativas que servem para intimidar os indecisos, mas não apresentam ameaças reais à fé das pessoas convictas sobre a divindade e soberania de Jesus Cristo. Aliás, o que ameaça a crença é a descrença. As pessoas preocupadas em manter o cristianismo ativo e vivo precisam fortalecer sua fé e ajudar outros a acreditarem no mesmo Senhor.

Os riscos para o cristianismo são de natureza particular. Da mesma forma que o cristianismo verdadeiro cresce um por um, a sua destruição aconteceria pela derrota da fé dos indivíduos. A preocupação dos cristãos, portanto, deve ser com o fortalecimento da fé, e não com o acúmulo de armas ou sistemas de defesa contra ataques militares. O apóstolo Paulo disse: “Porque, embora andando na carne, não militamos segundo a carne. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo, e estando prontos para punir toda desobediência, uma vez completa a vossa submissão” (2 Coríntios 10:3-6).

Dessas palavras, aprendemos alguns fatos importantes para todos que creem em Jesus.

1) Andamos na carne. Vivemos no mundo como seres humanos sujeitos às tentações que o mundo apresenta. Jesus orou ao Pai, referente aos seus discípulos: “Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal” (João 17:5).

2) A nossa batalha não é carnal. Durante o tempo em que Deus manteve uma nação física, Israel, como seu povo privilegiado, guerras carnais faziam parte da defesa da nação. Davi e outros reis conduziam os servos de Deus em campanhas militares contra seus inimigos. O reino de Cristo, porém, é espiritual e celestial (John 18:36). Os homens que defendem a ideia de uma Guerra Santa ou algum tipo de Cruzada (guerras carnais em nome do Senhor) não entendem ou não aceitam o ensinamento do Novo Testamento.

3) As armas não são carnais. Em uma batalha espiritual, as armas são espirituais. O cristianismo não avança por meio de conquistas militares, e a defesa dos cristãos não é feita com armas e mísseis. Antes de descrever a armadura dos cristãos, usando termos conhecidos do equipamento dos soldados comuns, Paulo escreveu: “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis” (Efésios 6:10-13).

4) A vitória não acontece quando empilha os corpos dos inimigos, mas quando cada coração é dominado por Cristo. O alvo da batalha não é a aniquilação daqueles que se opõem, e sim a conversão deles. Mas antes de podermos conduzir outros a Cristo, temos de nos submeter à vontade dele.

O apóstolo João identificou a chave para vencer a batalha espiritual: “Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê ser Jesus o Filho de Deus?” (1 John 5:5).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA