Share Button

A Miopia de Esaú

Esaú foi o primeiro dos filhos de Isaque, o mais velho dos gêmeos. Jacó, o mais novo, se tornou mais conhecido por ser escolhido como pai da nação de Israel. As doze tribos de Israel foram descendentes dos filhos de Jacó. Na história bíblica, os descendentes de Esaú são menos importantes.

Os dois irmãos erraram bastante. Jacó era um manipulador que enganava seu pai, seu irmão e seu sogro para ganhar vantagens. Demorou para aprender a importância da confiança em Deus, quem lhe havia feito grandes promessas.

O principal problema de Esaú, porém, foi outro. Ele é descrito como um homem profano (Hebreus 12:16-17). Profanar significa tornar comum algo santo ou especial. O episódio relatado na Bíblia para ilustrar essa falha de Esaú é a venda do seu direito de primogenitura por uma refeição. Seu direito como primeiro filho traria benefício para ele e seus descendentes no futuro distante, enquanto a comida satisfaria seu desejo imediato. Pensou no presente e não no futuro. Não mediu bem as consequências dos seus atos. Esaú foi chamado profano porque trocou algo de grande valor e importância por uma coisa de pouco valor.

Esse exemplo de Esaú é usado pelo autor de Hebreus, quase 2.000 anos depois do fato, para ensinar uma lição importante para os seguidores de Jesus. Devemos escolher bem, olhando para o futuro. E, principalmente, não devemos fazer comum algo santo e especial.

Em uma cultura dominada cada vez mais pela exigência da satisfação imediata de desejos, precisamos desse exemplo de Esaú. Pensamos muito sobre o agora, mas fazemos as devidas preparações para o futuro distante? E as coisas santas e especiais são profanadas. Consideremos dois exemplos dessa banalização de coisas que Deus nos oferece com importantes propósitos.

O sexo é bom e especial, mas tem sido rebaixado e profanado. Deus criou homem e mulher com desejos sexuais e condições de satisfazer esses desejos no contexto de amor e compromisso do casamento. Logo depois de criar o primeiro casal, ele disse: “Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne”(Gênesis 2:24). No Novo Testamento, também, a intimidade sexual de marido e mulher é vista como algo positivo e importante, e negligenciar os desejos naturais do cônjuge seria errado (1 Coríntios 7:1-5).

O que Deus criou para nosso bem, porém, tem sido corrompido e usado de forma errada, por motivos egoístas, trazendo tremendo sofrimento. Propaganda de todos os tipos de produtos incentiva desejos sexuais fora do casamento. A noção comum do namoro hoje inclui a intimidade sexual que deve ser reservada para o casamento. Muitos argumentam que o modelo de monogamia introduzido pelo próprio Criador tenha perdido sua importância e valor. O sexo se torna apenas uma diversão, uma atividade esportiva, um meio ao prazer transitório. O que Deus fez para o nosso bem continua sendo profanado e usado de maneira errada, destruindo vidas física, emocional e espiritualmente.

A religião é boa e valiosa, mas pessoas egoístas distorcem e pervertem seu sentido. “A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo” (Tiago 1:27). O atual mundo religioso, porém, não busca a santidade e nem o serviço sacrificial. Os pregadores populares oferecem felicidade imediata e satisfação de desejos egoístas. A religião dominante do nosso dia está cheia de encantamentos mágicos e pensamentos positivos e vazios para alcançar seus próprios objetivos. Adoração do Deus eterno é substituída por shows realizados para agradar os “adoradores” que se dobram diante do trono do egoísmo. Deus, o único objeto válido de adoração, se torna apenas um instrumento manipulado pela criatura.

Necessitamos, urgentemente, aprender a lição de Esaú!

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA