Share Button

Considere e Confira Antes de Curtir: Reflexões sobre Duas Mortes

Quando eu era jovem, no milênio passado, ninguém usava e-mail, Facebook ou mensagens instantâneas enviadas entre telefones celulares. Cartas foram escritas no papel e enviadas em envelopes pelos correios. Demoravam dias para chegar de um estado para outro. Os leitores mais velhos se lembrarão daquela época da História!

No mesmo tempo, conheci um senhor de idade, autor e palestrante, que recebia muitas dessas cartas. Algumas pessoas pediam ajuda para entender assuntos que ele conhecia. Ele normalmente escrevia suas respostas no mesmo dia que as cartas chegavam para enviar pelos correios no dia seguinte. Outras pessoas elogiavam seu trabalho. Tipicamente, esse senhor postava mensagens de agradecimento já no dia seguinte. Às vezes, ele recebia críticas enviadas por pessoas que até usavam palavras fortes para comunicar sua discordância. Nesses casos, ele também escrevia sua resposta no mesmo dia. Mas, ao invés de encaminhar a resposta já no dia seguinte, ele a guardava numa gaveta da sua escrivaninha por uma semana. Depois de passar a semana, ele lia novamente o que havia escrito e decidia enviar, modificar ou até não enviar a resposta. Desta maneira, ele procurava evitar uma reação precipitada que poderia causar problemas e conflitos desnecessários.

Com o progresso tecnológico das últimas décadas, a comunicação global se tornou instantânea. Podemos responder a uma “carta” por correio eletrônico em poucos minutos. Com o crescimento da mídia social, mensagens podem ser trocadas e publicadas para milhares de pessoas em segundos.

Na semana passada, Robin Williams e Eduardo Campos morreram. Um foi um ator e comediante conhecido mundialmente, e o outro, candidato à presidência brasileira. Um, aparentemente, decidiu tomar sua própria vida enquanto o outro morreu em um acidente trágico de avião, que também tomou a vida de seis outros homens, deixando viúvas e filhos sem pai.

Pouco tempo depois da morte do político brasileiro, alguém começou a circular na internet fotos e afirmações de uma suposta profecia sobre a morte de Campos. Como as redes sociais facilitam a divulgação rápida de notícias, essa estória (é isso mesmo, estória com “e”) foi curtida e transmitida por pessoas que a consideravam evidência do poder de Deus. O problema? Foi mentira, como o próprio fotógrafo e outros declararam publicamente. Clicar em “curtir” ou “compartilhar” antes de conferir os fatos é uma boa maneira de avançar boatos.

A morte do ator foi a faísca para debates sobre a depressão e outros distúrbios psicológicos e questões espirituais sobre o suicídio e o julgamento divino. Sou a favor de discussões que procuram avançar o entendimento de tais assuntos, mas muitas pessoas têm comentado e circulado suas ideias sem a reflexão necessária. Falar sem entendimento dos fatos facilmente leva aos erros de condenar os inocentes ou apoiar os errados. Se tivesse como colocar os pensamentos sobre questões complicadas em uma gaveta por uma semana, talvez daria para refletir melhor antes de publicar!

Duas sugestões simples e práticas devem ser regras em nossa comunicação, independente da mídia usada para transmitir ideias: (1) Confira as informações. Uma pessoa é acusada de algum delito? Procure testemunhas antes de chegar a uma conclusão. Moisés ensinou esse princípio, exigindo duas ou mais testemunhas (Números 35:30), como também fez o próprio Jesus (Mateus 18:16) e o apóstolo Paulo (1 Timóteo 5:19). Quando surge conflito entre outros, ouça os dois lados antes de julgar (Provérbios 18:17). (2) Considere as suas palavras antes de publicá-las. Seja sábio. “A língua dos sábios adorna o conhecimento, mas a boca dos insensatos derrama a estultícia” (Provérbios 15:2).

Tenhamos cuidado com as nossas palavras, pois facilmente nos tornamos vítimas dos nossos próprios erros: “O que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína” (Provérbios 13:3).

-por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA