Share Button

Certo ou Errado, Carne e Espírito

A natureza espiritual do ser humano o separa de criaturas inferiores. Nossa existência não se limita às funções biológicas de um corpo que vive algumas décadas, pois cada um de nós recebeu do nosso Criador um espírito eterno. A morte física é descrita nas Escrituras como a separação de corpo e espírito: “e o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu” (Eclesiastes 12:7). “Porque, assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta” (Tiago 2:26).

Muitos tratam essa distinção entre espírito e carne como maneira de defender e justificar o pecado. Alguns gnósticos dos primeiros séculos depois de Cristo até levaram essas noções ao extremo de tratar Jesus e Cristo como essências distintas: Jesus humano e carnal unido temporariamente a Cristo espiritual e divino. Essa doutrina é refutada em trechos como 1 João 4:2, onde o apóstolo disse que Jesus Cristo (e não somente Jesus) veio em carne. Uma das consequências da heresia gnóstica foi o ensinamento da possibilidade de pecar com o corpo material mau sem prejudicar o espírito bom.

Em termos mais populares, muitos aproveitam e distorcem expressões bíblicas para sugerir que o corpo pode ser usado para o pecado sem corromper o espírito. Jesus disse aos apóstolos: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca” (Mateus 26:41). Paulo usou a palavra carne para representar a escravidão ao pecado quando escreveu: “Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer” (Gálatas 5:17).

Jesus e Paulo não ensinavam, porém, que seria possível usar o corpo para o pecado sem manchar o espírito. Pelo contrário, Paulo claramente ensinou que a santidade do espírito exigia a pureza do corpo: “Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai a Deus no vosso corpo” (1 Coríntios 6:19-20).

A obediência, como a desobediência, envolve todos os membros do corpo, a pessoa inteira. Um contraste interessante em Isaías frisa bem esse fato.

As pessoas rebeldes rejeitavam a vontade de Deus com todas as partes do corpo: “Então, disse ele: Vai e dize a este povo: Ouvi, ouvi e não entendais; vede, vede, mas não percebais. Torna insensível o coração deste povo, endurece-lhe os ouvidos e fecha-lhe os olhos, para que não venha ele a ver com os olhos, a ouvir com os ouvidos e a entender com o coração, e se converta, e seja salvo” (Isaías 6:9-10). As mesmas atitudes atrapalharam os ouvintes quando Jesus pregava aos judeus (Mateus 13:14-15) e quando Paulo anunciou o evangelho em Roma (Atos 28:26-27). Alguns séculos antes de Isaías, um homem sábio comunicou esta mensagem de Deus, mostrando o envolvimento do corpo inteiro no pecado: “Seis coisas o SENHOR aborrece, e a sétima a sua alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que trama projetos iníquos, pés que se apressam a correr para o mal, testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia contendas entre irmãos” (Provérbios 6:16-19).

Isaías mostrou o outro lado da mesma questão quando falou da obediência daqueles que respeitam a Deus: “O que anda em justiça e fala o que é reto; o que despreza o ganho de opressão; o que, com um gesto de mãos, recusa aceitar suborno; o que tapa os ouvidos, para não ouvir falar de homicídios, e fecha os olhos, para não ver o mal, este habitará nas alturas” (Isaías 33:15-16). Servir a Deus exige a participação de todo o ser!

Paulo ensinou, em termos práticos, sobre esse serviço completo, envolvendo corpo e mente, quando escreveu aos romanos: “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:1-2). Deus só quer uma coisa de você: tudo que você é!

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA