Share Button

Seguidores Unidos

O apóstolo Paulo encarou a possibilidade da sua própria morte e sentiu tristeza, não por causa da morte, mas por causa das atitudes erradas de alguns cristãos que ainda precisavam crescer e mudar. Estavam pregando o evangelho, mas por motivos egoístas. Ele chamou a atenção deles, e continua chamando a nossa, com estas palavras: “Se há, pois, alguma exortação em Cristo, alguma consolação de amor, alguma comunhão do Espírito, se há entranhados afetos e misericórdias, completai a minha alegria, de modo que penseis a mesma coisa, tenhais o mesmo amor, sejais unidos de alma, tendo o mesmo sentimento. Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros. Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz” (Filipenses 2:1-8).

O vínculo e o amor entre cristãos são evidências ao mundo, mostrando que o nosso Senhor Jesus vem de Deus (João 17:21-23).O exemplo da vida de Jesus nos chama às atitudes de humildade, serviço e sacrifício necessárias para criar e manter vínculos de paz com outros seguidores do mesmo Senhor.

A humildade de Jesus se manifestou na sua obediência ao Pai. Nossa humildade se manifesta em nossa obediência ao Senhor. Isso significa um respeito real e profundo pela palavra de Deus como base da nossa unidade: “Rogo-vos, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma coisa e que não haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente unidos, na mesma disposição mental e no mesmo parecer” (1 Coríntios 1:10). Vamos pensar nas implicações desse versículo.

A unidade é baseada em Jesus Cristo. Quando agimos exclusivamente pela autoridade dele, não criamos divisões que vêm das opiniões, regras e tradições humanas. As únicas divisões devem ser entre a vontade de Deus e a vontade dos homens. Quando usamos a palavra “Senhor” para identificar Jesus Cristo, implicitamente reconhecemos sua autoridade para nos governar: “E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai” (Colossenses 3:17).

Os cristãos devem falar a mesma coisa. Esta frase não justifica os meios artificiais de impor ensinos homogêneos nas igrejas. Pelo contrário, exige muito esforço para entender e ensinar exclusivamente a doutrina de Cristo (1 Coríntios 4:6; 2 João 9).

Os discípulos devem ter a mesma disposição mental. Jesus é nosso exemplo perfeito (leia, de novo, a citação acima de Filipenses 2:1-8). Adotar a disposição mental de Cristo exige a humildade de colocar os interesses dos outros acima dos nossos: “Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. . . . Tende o mesmo sentimento uns para com os outros; em lugar de serdes orgulhosos, condescendei com o que é humilde; não sejais sábios aos vossos próprios olhos” (Romanos 12:10,16).

Os seguidores de Cristo devem desenvolver o mesmo parecer. Enquanto as opiniões humanas geram divisões, a perfeita vontade do Senhor promove a plena harmonia fraternal. Para obter o mesmo parecer, precisamos abandonar as nossas próprias opiniões em favor da palavra de Jesus. Tiago nos ensina as prioridades certas em Tiago 3:17-18, onde diz que a sabedoria divina “é, primeiramente, pura; depois, pacífica . . .”. Antes da paz com homens, precisamos buscar a pureza da sabedoria revelada por Deus nas Escrituras. De fato, é o único caminho à verdadeira paz.

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA