Share Button

O Leproso Chegou a Jesus

Os relatos da vida de Jesus registrados por Mateus, Marcos, Lucas e João destacam as obras de Jesus de abrir os olhos dos cegos e os ouvidos dos surdos, levantar os aleijados e curar muitos outros enfermos. É importante enxergar em todos esses relatos a grandeza do poder de Jesus e da sua obra libertadora. Não há dúvida de que a obra de Jesus ultrapasse em muito qualquer esforço humano para se livrar do sofrimento e do próprio pecado destruidor.

Seria errado, porém, ignorar o elemento de esforço humano evidente nas curas de Jesus. Durante seu ministério entre os galileus, Jesus viu e curou um leproso (Lucas 5:13). Mas Lucas começou o relato dessa cura com estas palavras: “Aconteceu que, estando ele numa das cidades, veio à sua presença um homem coberto de lepra; ao ver a Jesus, prostrando-se com o rosto em terra, suplicou-lhe: Senhor, se quiseres, podes purificar-me” (Lucas 5:12). Talvez nem consigamos imaginar a dor que este homem teria sofrido com cada passo, mas ele fez o esforço necessário para chegar a Jesus.

No mesmo período e na mesma região, quatro homens subiram em cima de uma casa levando um homem paralítico numa maca, abriram o telhado e baixaram a maca na frente de Jesus. Todos os envolvidos se esforçaram, superaram obstáculos e não desistiram até alcançar seu objetivo: a cura que somente Jesus poderia oferecer.

Em outra ocasião, uma mulher que sofria durante 12 anos com um problema de saúde persistiu para passar pelo meio de uma multidão de pessoas para chegar a Jesus e receber a cura. Jesus chamou a atenção dela, não porque fez algo de errado, mas para deixar clara a sua aprovação da fé que ela mostrou para receber a bênção do livramento da sua enfermidade (Lucas 8:43-48).

Uma vez que entendemos que as curas de Jesus ilustravam seu poder para perdoar pecados (Lucas 5:24), devemos perceber o outro lado da história. A persistência e o esforço das pessoas para chegar ao Senhor ilustram a importância da nossa fé ativa para alcançar o perdão que ele nos oferece.

O esforço da fé obediente do homem não se compara ao poder operante de Jesus. Tratando das curas milagrosas de Jesus ou da obra maior de perdoar pecados, a parte divina é muito maior do que a parte humana. Mas negar a necessidade de esforço humano seria um erro eternamente fatal!

O autor de Hebreus escreveu: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam” (Hebreus 11:6). A palavra traduzida “buscam” neste versículo significa “ir à procura de, tentar encontrar, procurar” (Dicionário Vine, 441). Algumas traduções trazem a ideia de uma busca diligente. Chegar a Deus exige esforço!

Paulo exortou os cristãos de Filipos: “Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor” (Filipenses 2:12). Aqui, a palavra desenvolver traz o sentido de causar, trabalhar ou executar. O ponto é claro e importante: o homem se esforça e participa ativamente do processo da sua própria salvação. É claro que Paulo jamais ensinaria que alguém receberia a salvação por obras de mérito (Efésios 2:8-9), mas seria terrivelmente errado distorcer o ensinamento da graça para negar a necessidade da fé ativa e obediente. Tiago abordou esta necessidade na sua epístola: “Meus irmãos, qual é o proveito, se alguém disser que tem fé, mas não tiver obras? Pode, acaso, semelhante fé salvá-lo? . . . Assim, também a fé, se não tiver obras, por si só está morta. . . . Verificais que uma pessoa é justificada por obras e não por fé somente. . . . Porque, assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta” (Tiago 2:14-26).

Jesus veio para salvar, mas ele não obriga ninguém a ser salvo. A salvação depende, também, da nossa vontade e resposta ativa ao Senhor. A obediência humana é parte imprescindível do plano de Deus. Quem recusa obedecer ao evangelho jamais chega a Deus (2 Tessalonicenses 1:8-9), pois Jesus é “o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem” (Hebreus 5:9).

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA