Share Button

Apocalipse: Vitoriosos em Cristo

O livro de Apocalipse demonstra, além de qualquer dúvida, o poder de Deus para vencer o diabo e seus servos. Para comunicar esta mensagem e encorajar os santos angustiados quando enfrentavam a perseguição, este livro convida os leitores a olhar por trás das cortinas para verem o lado espiritual das lutas que frequentemente desafiam a fé.

O Apocalipse está situado entre os últimos livros do Novo Testamento, e foi escrito por João durante o tempo que passou na ilha de Patmos, provavelmente exilado por causa da sua fé e pregação do evangelho. O livro foi escrito no estilo apocalíptico, um gênero literário caracterizado por linguagem dramática e simbólica, frequentemente empregando números e cores para representar ideias. A principal característica que define a literatura apocalíptica, porém, é sua ênfase na intervenção divina nos assuntos humanos. Livros apocalípticos servem para assegurar os fiéis da proteção divina nos seus momentos mais difíceis. No caso do Apocalipse, cristãos enfrentando perseguição pelas mãos do governo romano receberam estas palavras de conforto prometendo a vitória final e eterna em Cristo.

Como os outros livros escritos pelo apóstolo João, o Apocalipse é bem organizado na apresentação de suas cenas dramáticas.

Capítulo 1 apresenta um retrato de Jesus em todo o seu poder e glória. Frequentemente pensamos em Jesus em cenas de aparente fragilidade. Por exemplo, podemos pensar num recém-nascido indefeso nos braços de sua mãe, ou numa figura moribunda, aparentemente vencida, suspensa a uma áspera cruz de madeira. Jesus foi um nenê. Ele morreu numa cruz. Mas Jesus é o vitorioso e poderoso “príncipe dos reis da terra” (1:5). Tudo o que se segue neste livro surge desta importante imagem de Cristo. Ele está no comando. Seus seguidores podem sofrer, mas nada têm a temer. No final, os justos serão vitoriosos!

Capítulos 2 e 3 contêm cartas a sete igrejas que tratam das realidades dessas congregações na Ásia Menor. Jesus elogia a fidelidade de alguns servos e critica fortemente a desobediência e a negligência de outros. Essas cartas nos ajudam a entender uma característica importante das igrejas primitivas no plano de Deus: a autonomia ou independência de igrejas locais. Não há nenhuma sugestão de uma hierarquia ligando as congregações, nem de algum sistema de governo centralizado terrestre. Estas práticas, tão comuns na maioria das igrejas atuais, representam desvios do plano original de Jesus.

Capítulos 4 e 5 demonstram a posição do Pai e do Filho. Numa visão maravilhosa, João tem permissão para ver o trono de Deus, cercado por seus servos em adoração (capítulo 4). O próximo capítulo volta a atenção para Jesus que, por causa de sua vitória sobre a morte, é achado digno de abrir os selos do livro que revelará o plano de Deus para a vitória total sobre as forças de Satanás. Ele também merece louvor e adoração dos fiéis.

Capítulos 6 a 20 oferecem numerosas demonstrações de vingança e punição por meio de cenas dramáticas e cheias de ação. A maior parte da mensagem destes capítulos é organizada em séries de sete (sete selos, sete trombetas, sete taças da ira de Deus). O número sete simboliza a perfeição. A história nunca termina enquanto não chegamos à parte sétima e final. Em alguns pontos, durante a batalha, pode parecer que o diabo está ganhando a guerra. Este livro oferece esperança aos fiéis em que Deus e seu exército justo serão vitoriosos. Satanás não pode derrotar Jesus, e não pode vencer aqueles que permanecem fiéis ao Senhor.

Capítulos 21 e 22 destacam a condição abençoada dos santos vitoriosos na presença de Deus. Os privilégios que foram perdidos por causa do pecado de Adão e Eva são restaurados nesta comunhão renovada entre Deus e o homem. Estes capítulos empregam muita da linguagem encontrada em outros textos proféticos para falar da relação dos discípulos fiéis com Cristo, nesta era presente. A bênção da presença de Deus, retratada aqui, também prenuncia a grandeza do céu.

Encontramos no Apocalipse uma conclusão bela e esperançosa para a mensagem da Bíblia. Independente do sofrimento e das perseguições nesta vida, quem for fiel até a morte receberá a coroa da vida, a bênção da comunhão eterna com Deus (Apocalipse 2:10).

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2015 Karl Hennecke, USA