Share Button

Reclamações Fatais

Nunca na história do mundo houve uma nação mais abençoada por Deus do que Israel. Quando Deus mandou Moisés para resgatar os descendentes de Abraão, Isaque e Jacó da escravidão no Egito, ele disse: “Dirás a Faraó: Assim diz o SENHOR: Israel é meu filho, meu primogênito” (Êxodo 4:22). A palavra primogênito, neste caso, não significa a primeira nação a existir, pois o Egito e outras nações foram organizadas antes de Israel. Esta palavra descreve a relação especial de Israel com Deus. Este povo foi o principal herdeiro, a nação especialmente escolhida por Deus.

Conforme promessas feitas ao longo de quatro séculos, Deus libertou seu povo da escravidão e o conduziu a liberdade. Os israelitas saíram do Egito com o destino da terra prometida, Canaã. A viagem em si poderia ser feita em dias ou semanas, mas Deus cuidou de outra necessidade desta nova nação antes de deixá-la continuar a jornada para tomar posse da sua herança em Canaã. Conduziu o povo ao deserto de Sinai onde foi revelada a constituição da nova nação, a Lei dada por meio de Moisés. Para frisar a importância de sempre manter a comunhão com Deus, ele também deu instruções para a construção de uma tenda ou tabernáculo que serviria como templo móvel. Durante suas jornadas, os israelitas sempre teriam este tabernáculo bem no meio do acampamento para relembrar a todos da presença de Deus entre eles. Todo esse processo levou pouco mais de um ano.

Quando tudo estava pronto, Deus mandou que os israelitas deixassem o lugar do seu acampamento no deserto de Sinai para subirem e tomarem posse da terra prometida. Mal começaram esta viagem e os problemas surgiram. Provocados por alguns estrangeiros no meio deles, os israelitas reclamaram contra Deus. Ao invés de ficarem contentes e gratos pela comida que Deus lhes deu de graça todos os dias no meio do deserto, reclamaram! “E o populacho que estava no meio deles veio a ter grande desejo das comidas dos egípcios; pelo que os filhos de Israel tornaram a chorar e também disseram: Quem nos dará carne a comer? Lembramo-nos dos peixes que, no Egito, comíamos de graça; dos pepinos, dos melões, dos alhos silvestres, das cebolas e dos alhos. Agora, porém, seca-se a nossa alma, e nenhuma coisa vemos senão este maná” (Números 11:4-6).

As reclamações deste povo mostram suas falhas em olhar para o passado, o presente e o futuro. Olharam para o passado com lembranças distorcidas. Falaram de comer bem e de graça, mas eram escravos mal-tratados! Não pensaram bem sobre o presente, pois a viagem seria de poucos dias e não teriam que caçar ou buscar comida no meio do deserto porque Deus lhes deu seu sustento de graça. E muito menos consideravam o futuro. Mesmo se sofressem por algum tempo no deserto, a recompensa da terra prometida seria muito maior do que qualquer sofrimento temporário. Esta atitude causou atrasos na jornada e contribuiu às atitudes que condenaram uma geração a morrer no deserto.

A murmuração de Israel contra Deus foi um dos principais pecados condenados pelo Senhor. Paulo comenta sobre este fato e utiliza o mau exemplo deste povo para nos avisar do perigo do mesmo erro: “Nem murmureis, como alguns deles murmuraram e foram destruídos pelo exterminador. Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos e foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado” (1 Coríntios 10:10-11).

Não é suficiente apenas condenar a murmuração, É preciso tratar da atitude errada que leva a este pecado. Quando o homem se esquece de Deus e da sua dependência no Criador, ele deixa de ser grato pelas bênçãos que recebe do Senhor (e todos nós, mesmo os que não servem ou nem acreditam no Senhor, somos por ele abençoados - Mateus 5:45). Assim, Paulo associa a falta de gratidão com uma lista terrível de pecados (Romanos 1:21-32).

Para evitar o grave erro de reclamações fatais, vamos ser gratos por tudo que Deus nos dá. “Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1 Tessalonicenses 5:18).

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA