Share Button

Colossenses: A Firmeza em Cristo

Colossos, uma pequena cidade na Ásia Menor, situou-se aproximadamente 175 km a leste de Éfeso. Hierápolis e Laodiceia eram outras cidades da região citadas por Paulo (Colossenses 4:13-16). Embora ele tenha passado pela região nas suas viagens, parece que não conhecia de primeira mão a igreja dos Colossenses (Colossenses 1:4; 2:1). Mas durante seu tempo em Éfeso na terceira viagem, a palavra se espalhou para toda aquela região (Atos 19:8-10). Paulo menciona Epafras como a pessoa responsável por levar o evangelho a Colossos e o vínculo entre Paulo e esses irmãos em Cristo (Colossenses 1:7-8). Nas cartas aos Colossenses e a Filemom, ele cita três outros nomes, provavelmente uma família na igreja de Colossos: Filemom, Áfia e Arquipo (Colossenses 4:17; Filemom 1-2).

As principais influências religiosas em Colossos vieram da população judia e das religiões pagãs. Paulo bem entendeu o perigo de voltar para a Lei do Antigo Testamento, como também o risco de se envolver com filosofias humanas ou tradições místicas. As ameaças foram diversas, mas a resposta foi única. A única maneira de navegar as perigosas águas da confusão religiosa foi manter sua confiança total em Jesus Cristo. Durante seu tempo na prisão, esse apóstolo mandou uma carta aos Colossenses para incentivar a sua firmeza em Jesus. Em contraste com as ideias de origem humana, ele destaca a posição de Cristo como a plenitude de Deus e, por isso, cabeça da igreja (Colossenses 2:9-10).

Lealdade a Cristo implica no abandono das obras condenadas por Deus. Paulo avisou os colossenses do perigo de voltar às obras carnais que praticavam antes da sua conversão (Colossenses 1:21; 3:5-8). Era igualmente necessário rejeitar as filosofias humanas e os ensinos que procuravam levar os discípulos de Cristo a guardarem a Lei do Antigo Testamento (Colossenses 2:8,16-17). Ao mesmo tempo, precisavam fugir do asceticismo e filosofias místicas (Colossenses 2:18-23). Jesus não aceita rivais, e quem acredita nele não pode participar de práticas que diminuem sua honra.

Como é comum nas epístolas de Paulo, ele segue a parte doutrinária com vários ensinamentos práticos, incluindo relações familiares e profissionais, mostrando o procedimento esperado de pessoas que pertencem ao Senhor.

Observamos os assuntos principais de Colossenses:

Capítulo 1 traz a saudação inicial de Paulo e comentários sobre suas orações a favor dos Colossenses. Este capítulo inicial também destaca a primazia de Jesus Cristo, que criou e governa todas as coisas.

Capítulo 2 chama os colossenses a manterem sua firmeza em Cristo, não se desviando para nenhum outro ensinamento ou sistema espiritual.

Capítulo 3 focaliza a transformação prática de pessoas que deixaram de seguir seus próprios desejos carnais para servirem a Cristo. Ele inclui instruções específicas sobre relacionamentos familiares.

Capítulo 4 incentiva a preocupação com irmãos em Cristo, citando nomes de vários servos como exemplos deste amor fraternal.

No livro de Colossenses, Paulo mantém seu foco em Jesus Cristo. Ele é o Criador de todas as coisas, tanto as coisas materiais como os seres espirituais, e exerce primazia sobre toda a sua criação. Ele reflete perfeitamente o caráter do Pai, e chama os homens a imitarem sua perfeição. Os homens que aceitam este desafio deixam de ser dominados pelos seus desejos pecaminosos para viverem como seguidores do Senhor.

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA