Share Button

Obras Esquecidas

Vários dos Salmos usam a narração histórica como a base da adoração a Deus. É comum observar contrastes entre a fidelidade de Deus e a rebeldia dos homens contra seu Criador. Uma comparação de dois dos Salmos nos ajuda a fixar os olhos na bondade do Senhor enquanto agradecemos sua misericórdia para como homens pecadores.

No Salmo 106 (Salmo 105 nas Bíblias católicas), Deus é louvado por sua bondade e eterna misericórdia, especialmente em relação ao povo de Israel e sua desobediência repetida ao longo da história. O salmista confessa os pecados nacionais com palavras sinceras: pecamos, cometemos iniquidade, procedemos mal (Salmo 106:6). Ele compara os pecados de sua geração com os dos antepassados, e acrescenta à lista dos erros: “... não atentaram às tuas maravilhas, não se lembraram da multidão das tuas misericórdias e foram rebeldes...” (Salmo 106:7). Embora o povo tenha se arrependido por um tempo, “Cedo, porém, se esqueceram das suas obras...” (Salmo 106:13). A avaliação dos israelitas neste Salmo é bem resumida nesta frase: “Esqueceram-se de Deus, seu Salvador...” (Salmo 106:21).

Quando o homem esquece-se das obras de Deus, ele se afasta do Senhor. Um dos principais motivos da ênfase bíblica na história foi ajudar o povo a continuar fiel no futuro por causa das importantes mensagens do passado. Quando lembravam as grandes obras de Deus na Criação, no Dilúvio, no Êxodo, na Conquista de Canaã e nas vitórias sobre seus inimigos, os israelitas encontraram motivos para continuar firmes e fieis ao Senhor. Mas quando se esqueciam dessas grandes obras, a consequência sempre foi a mesma: o afastamento de Deus. Esquecer-se das obras de Deus é sempre um erro fatal!

Salmo 103 (102 nas Bíblias católicas) focaliza o outro lado desta questão de comunhão entre Deus e homens. Se o homem se esquecer das obras de Deus, ele se separa do Criador. Mas se Deus não se esquecer das obras do homem, a comunhão entre criatura e Criador se torna impossível. Nenhum de nós é capaz de obras tão boas que pagariam o preço do pecado, e por isso ficamos carregados dos erros que nos separam do santo e perfeito Senhor. Neste Salmo, Davi louva ao Senhor porque Deus, na sua misericórdia, se esquece das iniquidades dos homens:

“Não nos trata segundo os nossos pecados, nem nos retribui consoante as nossas iniquidades. Pois quanto o céu se alteia acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Quanto dista o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões” (Salmo 103:10-12).

Que contraste total! Se o homem se esquecer das obras de Deus, ou se Deus se lembrar das obras do homem, a comunhão entre Criador e criatura se torna impossível! Estes fatos devem nos levar a demonstrar procedimento coerente nos dois casos.

Primeiro, precisamos nos lembrar de Deus e de seus feitos. É importante estudar o relato bíblico da Criação do mundo pela palavra de Deus. Devemos observar bem a maneira que ele protegeu e abençoou grandes personagens fieis como Noé, Abraão, Moisés, Josué, Daniel, Pedro, Paulo e muitos outros. E jamais devemos nos esquecer dos castigos que Deus trouxe sobre os rebeldes, sejam egípcios, israelitas, babilônicos, romanos ou cristãos que se afastaram do Senhor.

Segundo, devemos implorar a Deus para que ele se esqueça dos nossos pecados. 600 anos antes de Cristo, Jeremias transmitiu as palavras de Deus que descreveram as grandes vantagens da nova aliança que seria feita em Cristo. Entre as bênçãos oferecidas em Jesus é o perdão: “Pois perdoarei as suas iniquidades e dos seus pecados jamais me lembrarei” (Jeremias 31:34).

Vamos sempre nos lembrar das obras de Deus, para que ele possa se esquecer das nossas!

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA