Share Button

A Sujeira Dentro do Templo

Ezequiel, um jovem que morava em Judá, teria se preparado a vida toda para sua profissão predeterminada. Devido ao privilégio de fazer parte de uma família sacerdotal, Ezequiel dedicaria sua vida ao serviço a Deus no templo em Jerusalém. Teria uma posição de respeito diante dos homens mas, de muito maior importância, teria a responsabilidade e o privilégio de aproximar-se de Deus de maneira que poucos faziam. Ele serviria na presença do Senhor no templo. Ele começaria a exercer esta função tão importante aos 30 anos de idade, conforme a Lei que Deus revelou a Moisés 800 anos antes do nascimento deste jovem.

Quando Ezequiel tinha 25 anos de idade, tudo foi dramaticamente mudado. Ele foi levado no meio de um grande grupo de judeus à Babilônia, onde passaria o resto da sua vida no cativeiro. Embora um ou outro tenha falado de voltar logo para casa, Ezequiel viu que não seria o caso. Gradativamente, ele e outros judeus aceitaram a realidade da sua situação.

Mas o templo ainda estava lá em Jerusalém, e alguns sacerdotes ficavam para manter o serviço no imóvel mais sagrado do mundo. Muitos judeus olhavam para o templo como uma âncora para sua esperança de voltar à sua terra. O templo, projetado por Davi e construído por Salomão quase quatro séculos antes de Ezequiel, representava a presença de Deus no meio do seu povo escolhido. Como casa de Deus, servia para lembrar o povo diariamente da sua relação especial com o Criador do mundo. O pensamento dos judeus da época de Ezequiel foi baseado na sua confiança na presença de Deus: Deus pode estar bravo por causa de séculos de idolatria e rebeldia por parte dos seus filhos, mas ele jamais deixaria alguém destruir a sua casa. Enquanto o templo permanecia, os filhos rebeldes de Deus ainda tinham seu lugar seguro, e aqueles já levados ao cativeiro voltariam logo.

Ezequiel completou seus 30 anos, a idade para começar seu serviço no templo, e ainda estava centenas de quilômetros distante no cativeiro babilônico. Deus já tinha revelado coisas importantes em visões, mas a visão que começa em Ezequiel 8 foi, com certeza, marcante na vida deste profeta. Nesta visão, o Espírito de Deus levou Ezequiel a Jerusalém! Dá para imaginar o coração de Ezequiel batendo mais forte quando viu o templo, ainda em pé. Será que realmente teria condições de voltar e servir diante do Senhor neste lugar sagrado?

O Espírito guiou Ezequiel num passeio pelo templo. Começou com a entrada do pátio do lado norte, onde Ezequiel viu um ídolo bem na porta da casa do verdadeiro Deus! Continuou para dentro, onde encontrou uma parede com um pequeno buraco. O Espírito mandou que Ezequiel abrisse o buraco, e achou uma porta de acesso a uma sala escondida onde 70 homens que governavam os judeus estavam adorando pinturas de répteis e outros animais! Virando para a entrada, ele encontrou mulheres praticando um ritual de adoração a um deus de fertilidade. Por final, viu 25 homens com as costas para o templo, olhando para o leste e adorando o sol.

Cada etapa deste passeio reforçou um fato triste, mas importante. O povo de Judá, seguindo a influência dos seus líderes religiosos, estava se afundando na idolatria. Deus queria que Ezequiel entendesse que sua casa sagrada foi tomada por homens ímpios, corruptos e idólatras. Deus perguntou para Ezequiel: “Acaso, é coisa de pouca monta para a casa de Judá o fazerem eles as abominações que fazem aqui, para que ainda encham de violência a terra e tornem a irritar-me?” (Ezequiel 9:17).

Os judeus do 6º século a.C. achavam normal uma perigosa mistura da religião do único Deus verdadeiro com os costumes pagãos dos povos ao seu redor. Deus achou esta mistura abominável e, por isso, prometeu castigar o povo e destruir a casa que foi construída para sua própria honra. Quando observamos a mistura das coisas de Deus com os costumes carnais e idólatras que dominam em nossos dias, e especialmente na comemoração de festas sincretistas como Carnaval, devemos refletir: Como seria se o Espírito guiasse Ezequiel em outro passeio? Será que o refrão deste guia seria o mesmo de Ezequiel 8:6, 13 e 15 - “Pois verás ainda maiores abominações”? Deus nos chamou, como chamou o povo judeu naquela época, à santidade.

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2014 Karl Hennecke, USA