Share Button

Está Quebrado, mas Não Quero Consertar!

O vidro da porta do motorista do meu carro velho, carro este que já rodou nas estradas brasileiras por quase 12 anos, não sobe nem desce direito. Para não ficar numa situação difícil com vidro aberto na chuva, peguei um pedaço de fita isolante e coloquei no botão para impossibilitar a tentativa de baixar o vidro. A minha esposa perguntou o motivo de não consertá-lo, e fui bem sincero. Já levei à oficina e achei o reparo caro demais. Prefiro deixar o vidro fechado a gastar o dinheiro para o conserto.

Por motivos semelhantes, muitos de nós temos algumas coisas quebradas em casa que acabamos deixando, talvez por muito tempo, pois achamos difícil ou custoso consertar. Depois de um tempo, até nos acostumamos com a coisa quebrada ao ponto que nem nos incomoda mais. Podemos nos acostumar tanto que nem percebemos mais o problema, e achamos que o estado quebrado seja a condição normal.

Quando se trata de vidros de carros ou prateleiras de geladeiras, as consequências desta atitude podem ser mínimas. Infelizmente, é comum tomar a mesma atitude sobre as nossas próprias vidas. Ao invés de encarar a verdade da nossa condição espiritual e procurar a solução do Deus que quer nos consertar, ficamos acomodados e nos acostumamos com a vida quebrada. Chegamos a considerar o quebrado normal.

Em alguns casos, reconhecemos que estamos errados, mas mesmo assim optamos por continuar do mesmo jeito. Por que fazer mudanças difíceis e custosas? É mais fácil ficar espreguiçado no sofá do que levantar e agir. Mudaremos somente quando realmente acreditarmos que o benefício justifica o investimento. No caso do vidro do carro, pode ser que não. Mas quando considera os destinos totalmente opostos nas escolhas espirituais, qualquer investimento feito na mudança será bem menor do que o benefício eterno. Jesus falou da separação eterna entre duas categorias de pessoas: aquelas que fazem a vontade do Senhor e aquelas que não o obedecem. Ele disse: “E irão estes para o castigo eterno, porém os justos, para a vida eterna” (Mateus 25:46).

Em outros casos, vivemos a vida torta por tanto tempo que nem percebemos a necessidade de endireitá-la. E, para distorcer ainda mais a nossa percepção da realidade, vivemos no meio de uma sociedade que defende estas vidas tortas como normais! Jesus veio ao mundo para consertar vidas quebradas pelo pecado, e enviou seus apóstolos como embaixadores para ajudar as pessoas a voltarem para Deus. Quando Paulo e Silas pregaram o evangelho em Tessalônica, foram acusados de destruir o equilíbrio do mundo: “Estes que têm transtornado o mundo chegaram também aqui” (Atos 17:6). 700 anos antes deste confronto, o profeta Isaías transmitiu um aviso divino: “Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo!” (Isaías 5:20).

Parece que Isaías estivesse falando do século XXI! Muitos entoam seus mantras de tolerância para defender todo tipo de perversão da vontade de Deus. A desonestidade é vista como procedimento normal no comércio e no governo. Perversões sexuais são defendidas como expressões normais do amor. Ensinamentos religiosos obviamente contraditórios convivem sob o mesmo teto no espírito tolerante do ecumenismo, onde o único mal é defender uma crença como verdadeira e sugerir que outra seja falsa.

É preciso encarar dois fatos: (1) Nós, seres humanos, não determinamos o padrão que separa o certo do errado. Jeremias disse: “Eu sei, ó SENHOR, que não cabe ao homem determinar o seu caminho, nem ao que caminha o dirigir os seus passos” (Jeremias 10:23). É Deus que estabelece os padrões morais, éticos e doutrinários. Cabe a nós respeitá-los. (2) Não importa quão custoso seja, o conserto de uma vida quebrada vale a pena. Jesus perguntou: “Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Que daria um homem em troca de sua alma?” (Marcos 8:36-37).

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 500 -- Jarinu – SP -- CEP: 13240-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2017 Karl Hennecke, USA