Share Button

Ageu: Chegou a Hora de Trabalhar!

Ageu é o relato objetivo de mensagens de Deus e a reação positiva do povo judeu durante quatro meses importantes no ano 520 a.C.

Para apreciar a mensagem deste profeta, vamos primeiro considerar seu contexto histórico. Por causa da persistência dos judeus em práticas que Deus aborrece, principalmente a idolatria, a nação de Judá foi castigada severamente. O majestoso templo de Salomão e o resto da cidade de Jerusalém foram destruídos, e os sobreviventes da guerra contra a Babilônia foram levados ao cativeiro. Depois de 70 anos de submissão à Babilônia, os judeus receberam sua liberdade de volta quando os medo-persas derrotaram o império babilônico. Com a permissão dos persas, quase 50.000 judeus voltaram para Jerusalém com a intenção de reconstruir a cidade e o templo.

Conforme os registros do escriba Esdras, os inimigos dos judeus conseguiram embargar as obras. Durante uns 15 anos, o trabalho ficou parado. Ageu e Zacarias foram usados por Deus para repreender o povo e animá-lo a retomar as obras de construção do templo (Esdras 5:1-2). Em poucas semanas, fizeram o que não haviam conseguido fazer em mais de 15 anos!

Os dois capítulos do livro de Ageu apresentam a história em sequência cronológica, identificando as datas conforme o reinado de Dario na Pérsia.

Capítulo 1 corresponde ao sexto mês do reinado de Dario, e inclui a primeira mensagem de Ageu, na qual Deus repreendeu a inatividade dos judeus e mandou que voltassem ao trabalho do templo, e a reação positiva do povo em recomeçar as obras da edificação do templo.

Capítulo 2 apresenta mais três mensagens divinas, dadas nos meses 7 e 9 do mesmo ano. Estas mensagens mostram que a glória não estava na estrutura física e sim na presença de Deus com os fieis. Mesmo se a volta das bênçãos demorasse, Deus estava observando com bons olhos o trabalho dos seus servos.

Aproveitamos de Ageu algumas lições importantes:

1) Prioridades. Ageu não falou nada sobre os processos legais dos inimigos que conseguiram embargar as obras. Por crer que Deus é maior do que qualquer poder humano, ele entendeu que o problema não estava nestes processos, e sim na negligência dos próprios judeus.

2) A verdadeira glória do templo. O segundo templo era bem mais simples do que o primeiro. Os idosos que lembraram do primeiro (destruído 66 anos antes) ficaram decepcionados. Deus lhes assegurou que a quantidade de ouro e prata não tinha importância, pois a verdadeira glória do templo estava na presença de Deus.

3) O processo de purificação é difícil. Depois de décadas de negligência, alguns esperavam respostas imediatas aos seus problemas. Achavam que Deus cuidaria dos seus servos dando abundância imediata. Deus disse que não! Ele prometeu bênçãos, mas somente depois de serem santificados.

4) Deus protege os fieis e castiga seus inimigos. Ele prometeu habitar com Israel e abalar as nações pagãs que ameaçavam seu povo.

Ageu é um livro prático e impressionante. Menos de quatro meses depois desse profeta começar o seu trabalho, o alicerce do templo já foi colocado e o trabalho continuava. Ageu fez sua parte na declaração da mensagem divina, e o povo fez sua parte sendo obediente à palavra pregada. É assim que a obra de Deus sempre tem sido realizada!

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS     PESQUISAR NO SITE     MENSAGENS EM ÁUDIO    
MENSAGENS EM VÍDEO   
ESTUDOS TEXTUAIS    ANDANDO NA VERDADE  
O QUE ESTÁ ESCRITO?
  
O QUE A BIBLIA DIZ?

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©2017 Karl Hennecke, USA