Share Button

Jeremias: Profeta do Castigo de Judá

Jeremias é um dos livros conhecidos como os Profetas Maiores. Este livro transmite as palavras e a história de um profeta de uma família sacerdotal que presenciou a queda de Judá quase 600 anos antes de Cristo. Sua mensagem é triste, pois suas pregações e as de outros profetas anteriores foram rejeitadas por um povo rebelde que insistiu em caminhar para o castigo divino, a destruição pelas mãos dos babilônios.

Para compreender as mensagens de Jeremias, é preciso saber um pouco da história da sua época. Referências internas mostram que ele começou as suas profecias por volta de 627 a. C. (o décimo terceiro ano do reinado de Josias, rei de Judá - Jeremias 1:2) e continuou até os primeiros meses do cativeiro do povo depois da destruição do templo de Salomão, que aconteceu no ano 586 a.C. Durante este período, Deus trouxe contra esta nação rebelde uma série de castigos, culminando na destruição de Jerusalém e o cativeiro do povo. A primeira leva ao cativeiro aconteceu em 606/605 a.C. Daniel foi entre os jovens nobres levados com este primeiro grupo. Em 597 a.C., os babilônios levaram um segundo grupo de israelitas. Poucos anos depois, voltaram contra Jerusalém e, no ano 586 a.C., destruíram o templo e a cidade e levaram ao cativeiro quase todos que restaram dos judeus, deixando alguns dos pobres na terra.

Jeremias entendeu que estes castigos não eram apenas consequências de falhas políticas ou de ambições babilônicas. Deus estava cumprindo promessas feitas séculos antes de castigar a nação se ela persistisse na rebeldia, principalmente o pecado de idolatria. Ele incentivou o povo a se render aos babilônios, sabendo da futilidade da sua resistência deste castigo divino e, por este motivo, foi visto como traidor do seu próprio povo e foi posto em prisão pelos príncipes de Judá. Em outra ocasião, prenderam Jeremias com a intenção de matá-lo: “Então, os sacerdotes e os profetas falaram aos príncipes e a todo o povo, dizendo: Este homem é réu de morte, porque profetizou contra esta cidade, como ouvistes com os vossos próprios ouvidos” (Jeremias 26:11).

Apesar de acertar as suas profecias sobre o castigo de Judá, Jeremias não achou prazer nestas mensagens. Ele é conhecido como o profeta que chorava, pois sofria profundamente ao ver a angústia do povo, mesmo sabendo que o castigo foi merecido. Ele expressou sua angústia com estas palavras: “Oh! Se eu pudesse consolar-me na minha tristeza! O meu coração desfalece dentro de mim....Estou quebrantado pela ferida da filha do meu povo; estou de luto; o espanto se apoderou de mim” (Jeremias 8:18,21).

O conteúdo do livro de Jeremias pode ser organizado desta maneira:

Capítulo 1 relata a vocação de Jeremias ao trabalho profético.

Capítulos 2 a 25 contém profecias contra o povo de Judá e seus líderes civis e religiosos. A famosa profecia de 70 anos de cativeiro se encontra no capítulo 25.

Capítulos 26 a 45 relatam vários episódios importantes na vida de Jeremias, ao mesmo tempo mostrando o que acontecia com o povo de Judá durante algumas décadas da vida do profeta.

Capítulos 46 a 51 são profecias contra outras nações, inclusive a própria Babilônia.

Capítulo 52 relata a queda de Jerusalém e algumas informações sobre o cativeiro do povo.

Apesar de tantas mensagens tristes e negativas, o livro de Jeremias inclui palavras de esperança. Entre suas profecias encontramos a promessa que Deus daria uma Nova Aliança que ofereceria aos homens o perdão dos seus pecados, algo impossível na Lei do Antigo Testamento. Esta profecia é citada em Hebreus 8 como prova da importância da palavra de Jesus Cristo. No meio da tristeza, há um vislumbre de esperança!

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA