Share Button

Visite a Caverna do Diabo

Em uma viagem recente pela Rodovia Régis Bittencourt (BR 116), observei várias placas convidando turistas a conhecerem a maior caverna do estado de São Paulo. Nas placas foram impressas as palavras “Visite a Caverna do Diabo”. Confesso que tenho vontade, em outra ocasião, de parar no caminho e conhecer este lugar. As descrições e fotos que tenho visto são impressionantes, como são muitos outros exemplos da beleza da criação que Deus preparou para o nosso aprecio.

Para os efeitos desta matéria, tomo a liberdade de tirar o convite destas placas do seu contexto para refletir sobre um outro convite que poderia ser representado com as mesmas palavras. Pensemos sobre o convite que nos chama a visitar a caverna do diabo.

Na Bíblia, o diabo é descrito como Satanás (Adversário), e por vários outros termos, incluindo serpente, dragão e “leão que ruge procurando alguém para devorar” (1 Pedro 5:8; Apocalipse 12:9). Embora muitos têm reduzido o diabo a uma figura mitológica, os relatos bíblicos o apresentam como personagem real que se dedica à destruição eterna das pessoas criadas à imagem e semelhança de Deus.

Cavernas, nas Escrituras, foram usadas, às vezes, como esconderijos e locais de refúgio e, em outros momentos, serviam como sepulturas para enterrar os mortos. Deus falou dos assírios, um povo cruel que se tornou servo do diabo, quando disse: “O leão arrebatava o bastante para os seus filhotes, estrangulava a presa para as suas leoas, e enchia de vítimas as suas cavernas, e os seus covis, de rapina”(Naum 2:12). Embora este versículo não seja uma referência ao próprio diabo, ilustra bem o comportamento de um leão em encher as cavernas com suas vítimas. Por este motivo, o diabo nos convida a visitar a sua caverna. Enquanto andamos na luz da palavra de Deus, resistindo o diabo, ele foge de nós (Tiago 4:7). Se, porém, baixar a defesa e entrar no território deste predador, ele aproveita a oportunidade para tomar a presa e levá-la à morte. Ele deseja encher a sua caverna com os cadáveres das suas vítimas.

O ingresso à caverna do diabo é por convite e é totalmente voluntário. Não somos forçados a entrar, e não é uma predeterminação divina que leva os “turistas” a conhecerem esta caverna: “Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo a ninguém tenta. Ao contrário, cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz. Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte” (Tiago 1:13-15).

Em outro texto, o apelo desta caverna é descrito como uma mulher apaixonada que oferece uma noite de prazer inesquecível a um homem ingênuo que passa perto da casa dela: “A loucura é mulher apaixonada, é ignorante e não sabe coisa alguma. Assenta-se à porta de sua casa, nas alturas da cidade, toma uma cadeira, para dizer aos que passam e seguem direito o seu caminho: Quem é simples, volte-se para aqui. E aos faltos de senso diz: As águas roubadas são doces, e o pão comido às ocultas é agradável” (Provérbios 9:13-17). Ela oferece prazer, mas entrega a morte. O próximo versículo diz sobre os turistas que aceitam o convite: “Eles, porém, não sabem que ali estão os mortos, que os seus convidados estão nas profundezas do inferno” (Provérbios 9:18).

Mesmo as pessoas que acreditam no perigo de seguir o caminho que leva à perdição podem se enganar em pensar que é possível apenas visitar e conhecer esta caverna do diabo como turistas, esperando sair ilesas das suas experiências no pecado. Deus não deu tantos avisos sem motivo: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia para a sua própria carne da carne colherá corrupção; mas o que semeia para o Espírito do Espírito colherá vida eterna” (Gálatas 6:7-8). Quando passar perto das placas convidando você a visitar a caverna de Satanás, resista!

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA