Share Button

O Testemunho de Lázaro

As Escrituras não registram uma palavra sequer falada por Lázaro, irmão de Maria e Marta, mas ele se tornou uma das maiores provas da veracidade das afirmações sobre Jesus, sua mensagem e sua divindade.

Obras milagrosas serviam como provas da mensagem pregada e, por isso, acompanharam as novas revelações divinas em vários momentos da história. Quando Deus escolheu Moisés para revelar a lei que governaria os israelitas até a morte de Jesus, ele lhe deu poderes milagrosos para confirmar a mensagem. Quando Elias e Eliseu inauguraram o período das grandes profecias do Antigo Testamento, revelações vindas do Senhor, eles realizaram milagres notáveis, até multiplicando alimentos e ressuscitando mortos. Conhecendo este pano de fundo das obras de Deus, os judeus que presenciaram os milagres de Jesus entenderam prontamente seu significado. Ficaram admirados com seus milagres e concluíram corretamente que sinalizaram a apresentação de “uma nova doutrina” (Marcos 1:27).

De todos os milagres que Jesus realizou, um dos mais importantes foi a ressurreição de Lázaro, um amigo da aldeia de Betânia, poucos quilômetros distante de Jerusalém. No final do seu ministério, Jesus estava em Pereia, a região a leste do rio Jordão, quando recebeu a notícia que este amigo estava doente. Quando Jesus chegou a Betânia, Lázaro havia morrido e sido enterrado. O poder de Jesus para ressuscitar este homem impressionou todos os presentes naquele dia. Mas o impacto deste milagre, o testemunho da vida de Lázaro, foi muito além das pessoas em luto naquele dia em Betânia. Pensemos na importância da ressurreição do irmão de Maria e Marta.

1) A ressurreição de Lázaro desafiou as pessoas presentes a tomarem decisões sobre Jesus. Cada pessoa que encara as evidências sobre Jesus tem o direito de decidir como reagir. Ninguém é obrigado a aceitar as provas para crer em Cristo, mas a decisão de aceitar ou rejeitar o Filho de Deus terá implicações eternas. Naquele dia em Betânia, muitos creram, enquanto outros foram correndo para falar com os inimigos de Jesus (João 11:45-46).

2) A ressurreição de Lázaro apresentou um enorme problema para os líderes religiosos. Em parte por causa do seu conceito errado das implicações do reino de Cristo (João 11:48), e em parte por seu medo de perder poder sobre o povo judeu, estes líderes sabiam que a vida de Lázaro complicava sua causa. Para tentar suprimir esta evidência, eles decidiram tentar matar este amigo do Senhor: “Soube numerosa multidão dos judeus que Jesus estava ali, e lá foram não só por causa dele, mas também para verem Lázaro, a quem ele ressuscitara dentre os mortos. Mas os principais sacerdotes resolveram matar também Lázaro; porque muitos dos judeus, por causa dele, voltavam crendo em Jesus” (João 12:9-11).

3) A ressurreição de Lázaro contribuiu ao crescimento do evangelho no livro de Atos. O progresso da causa de Cristo nos meses e anos depois da ressurreição de Lázaro é especialmente impressionante contra este pano de fundo de oposição dos religiosos. 3.000 pessoas foram convertidas a Jesus em um dia (Atos 2:41) e o crescimento continuou por um bom tempo (Atos 5:14; 6:7). Uns 30 anos depois, o número de discípulos de Cristo em Jerusalém tinha chegado a “dezenas de milhares” (Atos 21:20). Lázaro não é mencionado neste livro, mas quando João escreveu seu relato do evangelho, provavelmente o último das quatro biografias de Jesus na Bíblia, ele deu destaque especial a este milagre. Tudo indica que as pessoas que ouviram o evangelho em Jerusalém no início da igreja teriam acesso direto a esta importante prova que morava perto de Jerusalém.

4) A ressurreição de Lázaro serve como evidência importante para nós. Foi um dos sinais apresentados para servir como base da fé de todos os leitores da Bíblia: “Estes [sinais], porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome” (João 20:31).

–por Dennis Allan


ESTUDOS BÍBLICOS       PESQUISAR NO SITE       MENSAGENS EM ÁUDIO      MENSAGENS EM VÍDEO     

ESTUDOS TEXTUAIS      ANDANDO NA VERDADE     O QUE ESTÁ ESCRITO?      O QUE A BIBLIA DIZ?

 

O Que Esta Escrito?
 
©1994, ©1995, ©1996, ©1997, ©1998, ©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008, ©2009
 Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970.

Andando na Verdade
©1999, ©2000, ©2001, ©2002, ©2003, ©2004, ©2005, ©2006, ©2007, ©2008
Redator: Dennis Allan, C.P. 60804, São Paulo, SP, 05786-970

Todos os artigos no site usados com permissão dos seus autores e editoras, que retêm direitos autorais sobre seu próprio trabalho. / 
All of the articles on this site are used with permission of their authors and publishers, who retain rights of use and copyright control over their own work.

Estudos Bíblicos
estudosdabiblia.net
©1995-2016 Karl Hennecke, USA